8 criaturas mitológicas recentemente avistadas na vida real

0

Pense nas criaturas mais mitológicas do mundo e sua mente provavelmente levará você aos tempos antigos, quando histórias fantásticas viajavam com o vento, e entravam nas mentes de uma raça humana muito mais crédula. Nós temos mais conhecimento agora, e uma ausência de prova é, para o homem moderno, tão boa como a prova da ausência.
Mas será?

Se há uma lição que humanidade deve ter aprendido várias vezes até agora, é que cada vez que pensamos que sabemos algo em definitivo, absolutamente não sabemos. Não faz pouco tempo a ciência moderna tem olhado para as evidências disponíveis e rejeitado uma teoria, e novas descobertas emergiram a ponto de colocar todo o ceticismo em questão

Embora seja difícil de transportar o pensamento para o lendário e sobrenatural, a quantidade de avistamentos corroborados e a documentação de alguns dos seres mais fantásticos do mundo tem sido crescente ao longo da última década ou mais.

Uma mente aberta talvez seja necessária, mas, se você tem uma, a evidência de sereias, duendes, dragões, e tudo o mais, é inacreditável.

8. Sereias – Kiryat Yam, Israel (2013)

Supostos avistamentos de qualquer tipo de ser de outro mundo tendem a ser facilmente descartados por falta de a) uma prova concreta e b) Interesse oficial. É seguro dizer que, qualquer que seja o nível de teoria da conspiração que você se interessa, o governo local vai querer saber sobre quaisquer criaturas fantásticas aparecendo em sua jurisdição.

Um fato que faz Kiryat Yam, uma cidade marítima nada modesta na costa Mediterrânea de Israel, muito fascinante. Enquanto as autoridades locais estão supostamente oferecendo uma recompensa de US $ 1 milhão de dólares para quem possa fornecer uma prova em vídeo verificável da sereia que dizem habitar suas águas. De tão frequentes que são os avistamentos.

  25 fotos misteriosas que nunca foram explicadas

Ocasionalmente confundida com um dos muitos banhistas da cidade, nos últimos 15 anos foram vistos cerca de centenas de incidentes relatados – alguns por residentes locais bem conhecedores das lendas, e alguns dos turistas que visitam totalmente alheios à coisa toda. Não é uma prova bastante sólida, mas o vídeo acima se destaca como o mais claro exemplo documentado até agora.

O vídeo abaixo é o documentário feito pelo Acredite ou Não sobre as sereias:

7. Dragões – Powys, Wales (2001)

dragoes

O dragão que adorna a bandeira Galesa remonta centenas de anos de emblemas romanos e, infelizmente, não tem nada a ver com qualquer tipo de lenda local ou folclore. Coincidentemente, porém, o país tornou-se uma espécie de “local quente” para avistamentos de criaturas nas últimas décadas.

Tão recentemente quanto 2001, naturalistas britânicos que trabalham em uma pedreira no centro de Wales viram uma criatura que eles descreveram como “dragão serpente de setenta e cinco centímetros de comprimento, com quatro membros e uma cabeça semelhante a de um cavalo marinho”. Talvez o mais fascinante de tudo, eles relataram que a criatura estava no ar, mas não apresenta quaisquer asas aparentes.

Eles observaram a criatura por cerca de 4 minutos antes de desaparecer em uma das muitas cavernas adjacentes da pedreira. A história se deu por uma série de relatórios, mas tem sido amplamente rejeitada por ser fantasiosa. Apesar disso, várias observações semelhantes dos seres têm sido relatadas, todas com descrições consistentes.

6. Unicórnios – Caithness, Scotland (2012)

unicornio esccocia

A maior parte dos territórios do norte da Escócia sempre inspirou lendas e folclores, a maioria remonta centenas e até milhares de anos. Mas tão recentemente quanto 2012, reivindicações surpreendentes foram feitas sobre uma série de unicórnios malhados nas grandes planícies da região.

  7 Videos Incríveis em Câmera Lenta

Vindo no mesmo ano em que o governo norte-coreano afirmou publicamente que um covil unicórnio havia sido desenterrado no país (faça o que quiser com isso), os caminhantes que visitam o castelo histórico de Old Wick fizeram uma série de relatos frenéticos para a cidade local que eles avistaram, e se assustaram com, um unicórnio.

A criatura, descrita como sendo tão branco e etérea como você imaginava, saiu correndo em direção a Loch Hempriggs. Os avistamentos desde então foram pouco frequentes e igualmente tão vagos, mas a cidade ainda se beneficia de um estilo monstro do Lago Ness impulsionar o turismo, com visitantes que chegam para tentar avistar a criatura.

5. Um Leprechaun – Alabama, USA (2006)

Em 2006, uma equipe de filmagem da estação de televisão local WPMI desceu sobre a Le cren Street perto de UMS-Wright, em Mobile, Alabama, para investigar multidões se aglometando na área. Alguns membros da multidão logo disseram a repórteres que as pessoas tinham avistado um leprechaun se escondendo em uma árvore próxima.

Um esboço amador da diminuta criatura irlandesa foi produzido, e essa semelhança em combinação com entrevistas com moradores locais ajudaram a tornar o relatório de um vídeo viral no início do então novo YouTube. Muitos acreditam que história era apenas uma brincadeira feita pelos residentes para enganar a equipe de reportagem, e alguns, incluindo o The O’Reilly Factor, sugeriram que a popularidade do vídeo se tratava de preconceitos raciais.

  Veja como é o nascer do sol em outros planetas

Uma investigação de acompanhamento pelo AL.com em março de 2015 apresentou uma entrevista com um homem que alegou ter sido o primeiro a ver o leprechaun. Ele descreveu a aparência da criatura como sendo uma “metamorfose”, com a boca ou nariz aparecendo em primeiro lugar, seguido pelo resto do rosto. Desde o relatório infame, ele tweetou sobre avistar o leprechaun várias vezes, relatando 70 por cento de visibilidade em uma ocasião em 2010.

4. Lobisomem – Stoke, England (2006)

lobisomens inglaterra

Um homem (convenientemente sem qualquer equipamento de gravação) avistando um animal mítico e pedindo a todos que acreditem nele é uma coisa. A Highways Agency UK recebendo uma série de relatórios, ao longo de vários anos, sobre um Lobisomem se esquivando de carros tentando atravessar uma estrada principal entre duas partes de uma floresta é outra completamente diferente.

Em Stoke, uma pequena cidade no meio da Inglaterra, casos que datam de 1975 e recentemente, em 2006, de motoristas fazendo telefonemas em pânico sobre uma criatura meio-homem meio lobo perto da junção 10A da auto-estrada M6.

Mais recentemente, um homem em Sentinel Stoke descrito apenas como “Martin”, deu uma vívida descrição de um homem alto, negro como “criatura lobo sobre duas pernas”, que ficou à vista de seu carro, perdendo-se antes de desaparecer na floresta pela beira da estrada. Já foram feitos pedidos para mais equipamento de câmera para serem colocados neste trecho, para verificar as histórias e a existência da criatura.

3. O Yeti – Pyrenees, Spain (2016)

Seguido apenas de uma avalanche catastrófica ou, eventualmente, intoxicação alimentar, a única coisa que você não quer se deparar em suas férias em uma cabana remota em uma montanha, é um Yeti. Acredita-se que caminham e possuem 1,80 m de altura e com o poder de rasgar a maioria dos homens em dois, as criaturas supostamente habitam áreas de floresta densa em todo o mundo.
O avistamento mais recente vem das montanhas dos Pirineus na fronteira francesa/espanhola. Gravando o vídeo em seu telefone celular, o homem sem nome captura vários segundos ininterruptos da criatura se movendo entre a linha das árvores antes de postar nas mídias sociais e perguntar o que era.

  Os 8 dinossauros mais legais que você não conhecia

Naturalmente, a publicação provocou um enorme furor (e pequeno pânico), um porta-voz do Aramon Ski Resort, onde o avistamento ocorreu, afirma publicamente que uma busca completa da área circundante estava em andamento, para tranquilizar os moradores e turistas que não havia nada com o que se preocupar. A investigação da área permanece constante.

Veja abaixo o documentário feito pelo Acredite ou Não sobre o Pé Grande (criatura similar ao Yeti):

2. Pixies – Cornwall, UK (2015)

Talvez o mais famoso avistamento de qualquer criatura mítica foi o das Fadas de Cottingley na década de 1920. A série de fotografias que, através da manipulação de imagens que estava bem à frente de seu tempo, conseguiu enganar o mundo inteiro. Sendo assim, avistamentos de fadas minúsculas aladas e duendes tem sido tratados com desdém e ceticismo quase total.

No entanto, em 2015, um centro de resgate de ave de rapina em Cornwall estava limpando seus ninhos de falcão quando tropeçou em um pedaço chocante de provas físicas. Especificamente, uma parte decomposta de esqueleto de um ser humano, porém com poucos centímetros de altura. Os restos mortais foram levados para dois anfitriões de podcast locais – um designer de asas responsável pela sua própria farsa de fadas alguns anos antes – e ambos foram incapazes de explicar os ossos.
Os restos já foram enviados para uma identificação e controle adequados, mas na hora de escrever, nenhum veredito conclusivo foi dado de qualquer maneira sobre a sua legitimidade ou não.

  As 12 comidas mais nojentas e saborosas de Halloween

1. El Chupacabra – Texas, USA (2007)

chupa cabra

Uma besta que é sinônimo de América do Sul como vampiros são sinônimos de Transilvânia ou Nessy é do lago Ness, moradores aterrorizados alegaram que El Chupacabra tem atacado animais desde os seus primeiros avistamentos, em 1995.

Desde então, inúmeros animais apareceram não só mortos, mas também com o seu sangue sugado através do pescoço, e os agricultores e aldeias têm contribuído para avistamentos suficientes para tornar a criatura tão consistentemente descrita e regionalmente temida.

No entanto, o avistamento mais definitivo vem do Texas, onde Phylis Canion fez as primeiras notícias locais, em seguida, nacionais, e, finalmente, globais, quando ela descobriu os restos de um animal morto não identificado fora de seu rancho. Parecido com um cão, mas com uma cara e uma estrutura de corpo que não corresponde a qualquer espécie conhecida ou nativa, a criatura foi identificada como tendo matado um número de galinhas e cabras na área.

Apesar de uma análise mais aprofundada, as autoridades da vida selvagem se recusaram a reconhecer oficialmente esta criatura como El Chupacabra, e o caso permanece em aberto.

Fonte: Whatculture.com

Deixe um Comentário