As misteriosas entradas da Antártida

0

A Antártida abriga muitos mistérios, entre eles duas enormes aberturas que estavam escondidas por longo tempo sob a neve. As entradas foram descobertas com ajuda do serviço Google Earth no ano de 2006 em meio a formações rochosa no continente gelado.

Obviamente, a descoberta despertou o interesse de pesquisadores e curiosos. Alguns diziam se tratar de bases alienígenas e até mesmo lugares secretos usados por militares durante o período de guerra.

Seriam mesmo bases secretas ou apenas formações naturais que um dia foram usadas por alguma civilização antiga?

Conferindo os buracos de perto

Você pode fazer um tour virtual pela região onde essas aberturas se encontram. Para isso basta utilizar as coordenadas 66 33′ 11.58″S 99 50′ 17.86″E e 66 36′ 12.58″S 99 43′ 12.72″E no Google Maps ou no Google Earth.

Curiosamente, uma das entradas parece ter uma cobertura de aspecto metálico, o que poderia sugerir que fosse um buraco artificial.

A outra entrada apresenta proporções maiores, medindo cerca de 30 metros de largura e 90 metros de largura.

A partir das primeiras análises algumas perguntas surgem: se as entradas são artificiais, quem as construiu? Seriam elas recentes ou resquício de tempos em que o Polo Sul ainda não estava coberto pelo gelo?

Discutindo as teorias

A explicação mais aceita é de que se tratam de cavernas de formações naturais, ocorridas ao logo do tempo sob diversas condições climáticas manifestadas na Antártida. Mas, há também quem acredite que os buracos são na verdade entradas para bases extraterrestres ou militares escondidas no subsolo.

  Top 5 lugares mais frios do mundo

Se comprovada a existência dessas bases, a teoria de que os nazistas receberam ajuda alienígena em uma rota de fuga durante a Segunda Guerra Mundial ganharia força.

Operação Highjump

Entre os anos de 1946 e 1947 o vice-almirante Richard Byrd comandou uma expedição da marinha americana à Antártida, a qual foi chamada de “Operação Highjump”. Essa expedição deveria durar seis meses, mas foi encerrada apenas oito semanas depois em decorrência de uma série de fatalidades.

Durante uma coletiva imprensa no Chile, Byrd revelou que sua Força Tarefa se deparou com um inimigo que “podia voar de um polo a outro com velocidades incríveis”.

Um documentário russo lançado em 2006 revela a existência de um relatório secreto da inteligência soviética. O documento do ano de 1947 encomendado por Joseph Stalin sugere a existência de espiões soviéticos infiltrados nos Estados Unidos. Esses espiões estariam incumbidos de destruir bases nazistas escondidas.

No percurso, os marinheiros teriam se deparado com um OVNI que destruiu diversos navios e aviões que compunham a frota. Ao que tudo indica, este é o primeiro documento oficial que faz menção a um incidente envolvendo a força naval americana e extraterrestres supostamente instalados em bases na Antártida.

Deixe um Comentário