Primeiro transplante de pênis dos Estados Unidos é realizado

0

Um senhor de 64 anos de idade, do estado de Massachusetts, se tornou, na última segunda-feira (16), a primeira pessoa nos Estados Unidos a receber um transplante de pênis. Anteriormente, procedimentos do tipo haviam sido realizados na África do Sul e China.

O paciente, Thomas Manning, precisou ter seu pênis removido em 2012 por causa de um câncer genital agressivo. O transplante peniano foi realizado com o intuito de reconstruir a genitália, para que ela tenha uma aparência mais natural, assim como restaurar as funções urinária e sexual.

Segundo o médico Curtis Cetrulo, da Divisão de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva do Hospital Geral de Massachusetts (MGH), existe a esperança de que essas técnicas reconstrutivas permitam aliviar o sofrimento e o desespero daqueles que sofreram lesões geniturinárias devastadoras, que, muitas vezes, deixam essas pessoas tão desanimadas a ponto delas cogitarem tirar suas próprias vidas.

A cirurgia de transplante peniano, chamada de enxerto composto vascularizado do geniturinário, demandou um planejamento de três anos e meio. A operação, que durou cerca de 15 horas, conectou vasos sanguíneos e nervos de um pênis de um doador falecido ao paciente

Thomas Manning após a cirurgia.
Thomas Manning após a cirurgia
Até o momento, o paciente não apresentou sinais de rejeição do órgão ou infecção, que são complicações em potencial nesse tipo de procedimento.

Neste momento, o procedimento é considerado experimental. Conforme os médicos aprendem mais sobre ele, a ideia é oferecer o transplante para mais pacientes, incluindo veteranos de guerra que tenham sofrido lesões significativas nos órgãos genitais.

  Anvisa registra remédio à base de maconha pela primeira vez no Brasil

Segundo o médico Dicken S.C. Ko, urologista e cirurgião do Hospital Geral de Massachusetts, a satisfação é imensa após os primeiros passos para ajudar pacientes que tem sofrido em silêncio por muito tempo.

Thomas Manning afirma estar com a esperança renovada:

“Hoje eu comecei um novo capítulo, cheio de esperança pessoal e esperança para os outros que sofreram lesões genitais, especialmente para os nossos soldados que colocam suas vidas em risco, e como resultado, acabam sofrendo graves danos. Ao compartilhar esse sucesso com todos vocês, a minha esperança é que possamos inaugurar um futuro brilhante para este tipo de transplante”, disse Manning.

fonte livescience



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com