Refrigerante sem açúcar não ajuda a manter o peso, diz estudo

0

Se você é daquelas pessoas que gostam de refrigerante, mas por questões de saúde acaba optando por uma versão sem açucar da bebida, saiba que isso pode ser apenas conversa. É o que afirma um estudo feito pela Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e da Imperial College London, no Reino Unido.

O artigo foi publico na revista PLOS Medicine, e garante que beber refrigerante comum ou a versão “diet”, “light” ou “zero”, no final da contas, dá na mesma. O motivo é que não existe comprovação científica que as bebidas adoçadas artificialmente previnem ou retardam a aparição de doenças, como a obesidade.

Consumo compensatório

refrigerante-diet-mal-para-a-saude

Os autores do artigo também afirmam que mesmo contendo poucas calorias, as bebidas adoçadas artificialmente desencadeiam o consumo compensatório de alimentos, por estimular os receptores do sabor doce.

Além deste problema, há outro semelhante: a impressão de consumir um produto saudável e com poucas calorias também contribui para que a pessoa sinta mais liberdade para consumir outros alimentos, em maiores quantidades.

  Estudo aponta que beber refrigerante envelhece tanto quanto fumar

Um fator que também pode contribuir para os problemas citados acima é que o consumo de bebidas dietéticas já corresponde a ¼ do total global de bebidas doces. Mas elas não são taxadas ou reguladas da mesma forma daquelas que possuem açucar.

Bebida diet não é sinônimo de vida saudável

refrigerante

Por conta da falta de evidências científicas de que podem prevenir doenças, os responsáveis pelo estudo pedem que não seja feita a associação entre bebidas dietéticas e um estilo de vida mais saudável.

  Descongestionante nasal: uso excessivo pode ser muito perigoso

Maria Carolina Borges, pesquisadora da UFPel, afirma que justamente pela falta de evidências, as pessoas devem pensar duas vezes antes de optar por um refrigerante “light”, “diet” ou “zero”, ao invés da bebida adoçada com açucar comum.

Texto por Augusto Ikeda, edição por Igor Miranda.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com