10 contos bizarros que ocorreram ao longo da história

0

O que poderia ser melhor do que coisas bizarras e história combinadas em uma lista? Confira alguns fatos um tanto curiosos a respeito de eventos que ocorreram ao longo da história. Divirta-se com essa lista aleatória e bastante estranha.

La Reverte

contobizarro1
Maria Salomé, de 20 anos, fez sua grande estreia como a primeira mulher toureira, em 1920. Ao longo dos anos ela se tornou bastante popular e foi muito elogiada por suas realizações. Devido a sua popularidade, o governo espanhol considerou imoral para uma mulher ser uma toureira, sendo assim, a proibiu.

Mas isso afetou Maria (também conhecida como La Reverte). Em público ela tirou sua peruca e anunciou ao mundo que ela era, de fato, um homem. O anúncio de Agustin Rodigríquez (o nome verdadeiro de Maria) deixou as pessoas. E Augustin, ao invés de continuar sendo um toureiro popular, passou a ser odiado pelo povo espanhol. Obviamente, isso acabou com sua carreira.

Morte curiosa

contobizarro2
Em 1978 quando o papa Paulo VI morreu, foi marcado o início do ano de três papas. O papa Albino Luciani foi eleito para sucedê-lo e ele escolheu como seu nome Papa João Paulo I. Curiosamente, no dia de sua eleição, ele disse para sua empregada que não iria reinar por muito tempo. Trinta e três dias depois ele morreu. O Vaticano informou que o papa, que estava próximo dos 66 anos, provavelmente morreu de ataque cardíaco.

Alegou-se que o Vaticano alterou alguns dos detalhes da descoberta da morte para evitar a possível insensibilidade de que ele tenha sido descoberto pela irmã Vincenza, uma freira. Não foi realizada uma autópsia. Isso, juntamente de declarações inconsistentes feitas após a morte do Papa, levou a uma série de teorias de conspiração a seu respeito. Estas declarações referem-se a quem encontrou o corpo do Papa, como ele foi encontrado e que papéis estavam em sua mão. Muitos acreditam que João Paulo I foi assassinado pelos comunistas (por planejar retomar a posição tradicionalmente forte contra ela) ou por maçons (que se acredita que infiltraram a Igreja nos seus mais altos escalões).

  Conheça 7 pessoas com talentos bizarros

Quente demais para mexer

contobizarro3
Por falar em mortes estranhas, um homem de 58 anos e sua esposa, de 53 anos, morreram por passarem muito tempo na banheira de hidromassagem na Califórnia, em 1979. Ambos tinham a pressão arterial elevada e a banheira de hidromassagem estava definida para 43°C. Eles adormeceram depois de terem ingerido muita bebida alcoólica e não acordaram mais. Na autópsia oficial foi dito que eles morreram de uma combinação de doença cardíaca e intoxicação pelo álcool.

Tempo Fantasma

contobizarro4
A teoria do tempo fantasma é uma hipótese desenvolvida em 1991, por Heribert Illig (nascido em 1947), que propõe que houve um esforço sistemático para fazer parecer que períodos da história, especificamente da Europa, durante a Alta Idade Média (d.C. 614-911), existiam, quando na verdade, era tudo ilusão. Illig acreditava que isso possível através da alteração, e falsificação de evidências documentais e físicas.

Ele afirmava que a presença da arquitetura românica no século X prova que menos de meio milênio poderia ter passado desde a queda do Império Romano. E conclui que todo o período carolíngio, incluindo o próprio Carlos Magno, é uma falsificação dos cronistas medievais. Ou melhor, é uma conspiração instigada por Otto III e Gerbert d’Aurillac.

Me mate, por favor!

contobizarro5
O Império Otomano ocupou a Grécia, em 1821. No meio de uma batalha, os turcos ficaram sem balas e propuseram destruir a Acrópole para usar os núcleos de chumbo que haviam em suas colunas, para fazer munição. Quando os gregos ficaram sabendo disso, reuniram suas balas e as enviaram para os turcos usarem contra eles mesmos. Este ato incrível foi, exclusivamente, para proteger o monumento, que é de grande importância para a cultura grega. Se isso for verdade, graças a Deus por esses bravos soldados, que ajudaram a tornar possível para nós, hoje em dia, visitar a Acrópole.

  10 fotos assustadoras de pessoas mortas no século 19

A última bruxa

contobizarro6
Jane Rebecca Yorke era uma médium inglesa que foi a última pessoa condenada, sob a Lei de Feitiçaria, de 1735. Acredite ou não, em 1944, ela foi presa e condenada por ser uma bruxa devido a alegações de que ela estava defraudando o público, explorando medos de guerra. Durante as sessões com Yorke, a polícia secreta foi informada que devia perguntar sobre membros inexistentes da família.

Yorke forneceu detalhes elaborados sobre eles (que ela alegou ter recebido do seu guia espiritual), como dizer a um oficial que seu irmão, que não estava presenta, tinha sido queimado vivo em uma missão de bombardeio. O suposto guia espiritual de Yorke era um Zulu. Ela também, frequentemente, afirmava invocar a Rainha Victoria. Ela foi presa em julho de 1944. Em seu julgamento, em setembro, no Tribunal Penal Central de Londres, ela foi considerada culpada por sete acusações, de acordo com a Lei de Feitiçaria, de 1735.

Falha na Democracia

contobizarro7
O Plano Huston era um relatório de 43 páginas e um esboço das operações de segurança propostas pelo assessor da Casa Branca, Tom Charles Huston, em 1970. O empecilho para este relatório veio do presidente Richard Nixon, pois ele queria mais coordenação da inteligência doméstica na área de coleta de informações sobre os “radicais de esquerda” e o movimento contra a guerra, em geral.

  Bateria de celular antigo pode alimentar lâmpada solar por três anos

Entre outras coisas, o plano exigia roubo doméstico, vigilância eletrônica ilegal e abertura de e-mail dos “radicais” domésticos. Ao mesmo tempo, também pediu a criação de campos em estados ocidentais, onde os manifestantes anti-guerra seriam detidos. Surpreendentemente, várias das propostas foram postas em prática.

O Dia Negro

contobizarro8
O Dia Negro, na Nova Inglaterra, refere-se a um evento que ocorreu no dia 19 de maio de 1780, quando um escurecimento incomum do céu, durante o dia, foi observado nos estados da Nova Inglaterra e partes do Canadá. A principal causa do evento, como a provável explicação, seria uma combinação de fumaça de incêndios florestais, uma névoa espessa e a cobertura de nuvens. Estava tão escuro que foram necessárias velas durante o meio-dia.

A escuridão não foi embora até a noite do dia seguinte. Durante vários dias, antes do Dia Negro, o sol que apareceu na Nova Inglaterra parecia vermelho, e o céu parecia amarelo. Enquanto a escuridão estava presente, uma fuligem estava presente no ar, sugerindo a presença de fumaça. Além disso, quando a noite realmente chegou, várias pessoas viram a lua vermelha. Hoje, algumas pessoas, especialmente os adventistas, citam a passagem da bíblia que diz “[…] o sol será escurecido e a lua não dará a sua luz” (Livro de Mateus 24:29).

Tratado (estranho) de Versalhes

contobizarro9
Paramount Mkwavinyika Munyigumba Mwamuyinga (1855 – 19 julho de 1898), mais conhecido como chefe Mkwawa, era um líder tribal Hehe na África Oriental Alemã (agora principalmente a parte continental da Tanzânia) que se opôs à colonização alemã. Em 28 de outubro de 1894, os alemães, sob o comando do novo coronel, Freiherr Friedrich von Schele, atacaram a fortaleza do Mkwawa em Kalenga. Embora eles levaram estivessem em grande número, Mkwawa conseguiu escapar. Posteriormente, Mkwawa realizou uma campanha de guerrilha, assediando os alemães até 1898, quando, em 19 de julho, foi cercado e atirou em si mesmo para não ser capturado.

  5 mentiras que ganharam repercussão

Os alemães arrancaram sua cabeça como um troféu e enviaram a um museu. Anos mais tarde os ingleses estavam em busca do crânio para dar de presente a Tanganica, em agradecimento por seu apoio durante a I Guerra Mundial. Para conseguir isso, eles adicionaram a seguinte cláusula no Tratado de Versalhes, que é muito famoso: “ARTIGO 246. No prazo de seis meses, a partir da entrada em vigor do presente Tratado, a Alemanha entregará ao Governo de Sua Majestade Britânica o crânio do Sultão Mkwawa, que foi retirado do Protetorado da África Oriental Alemã e levado para a Alemanha.” O crânio finalmente voltou, em 1954, e agora pode ser visto no Mkwawa Memorial Museum, em Kalenga.

Beleza excêntrica

contobizarro10
Cleópatra se banhava em leite de burro; Maria, da Escócia, se banhava em vinho; George Sand se banhava em leite de vaca com mel; e Isabel da Baviera, Rainha da França (século XII), se banhava em leite de jumento e o esfregou na pele com glândulas de crocodilo e cérebro de javali. Por milhares de anos, as mulheres lentamente envenenaram-se usando uma maquiagem para o rosto chamada de ceruse, um pó de chumbo, altamente mortal.

Para completar, elas usavam um vermelho que continha mercúrio, que as leva a terem crianças com diversas deficiências ou abortos. Mas, antes de criticarmos, devemos lembrar que, milhões de pessoas injetam em suas faces uma toxina botulínica para remover rugas.

  10 coincidências bizarras que marcaram a morte de algumas celebridades

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com