10 fatos que você não sabia a respeito do Halloween

0

Por mais que não faça parte da cultura brasileira, o Halloween já pegou por essas terras e muitas pessoas também costumam celebrar a data, seja por meio de festas ou pedindo doces nas portas de casas. Mas saiba que existem muitas coisas além do que nós imaginamos a respeito da data.

Confira abaixo 10 fatos que você não sabia a respeito do Halloween:

10) As origens religiosas das fantasias

halloween-1

Apesar das fantasias de hoje em dia retratarem algo fantasioso e macabro, elas tiveram início com um propósito muito diferente. Por exemplo, um dos primeiros registros de fantasias era voltado para uma missa voltada para orações em homenagem aos mortos. Os fiéis pediam aos seus ancestrais muitas coisas, como casamentos felizes e fertilidade, e os trajes costumavam retratar isso.

Não foi até a Era Vitoriana (1837 a 1901, período em que a Rainha Vitória governou o Reino Unido) que essa ideia de se fantasiar realmente se tornou algo popular, e tudo começou com um poema do autor Robert Bruns chamado justamente de “Halloween”. Originalmente, os melhores trajes eram aqueles considerados assustadores, o que não chega a ser surpreendente. Nessa época, a população tinha uma obsessão com espiritualidade e vida pós-morte.

9) Quando o Halloween se tornou algo sensual?

halloween-2

O Halloween é uma celebração feita para ser assustadora, então, quando que teve início essa ideia de “sensualizá-lo?”

  Por que artistas como Adele continuam a ter problemas com suas vozes?

Acredita-se que esse costume só foi ganhar força a partir dos anos 70, quando a comunidade gay e grupos feministas e de defensoras do empoderamento feminino decidiram mostrar sua liberdade durante a celebração do Halloween. Até por que, era um dia em que se podia fazer coisas que não seriam muito bem aceitas em outras datas, e foi algo que acabou pegando.

8) Halloween e doces envenenados

halloween-3

Muitos acreditam que a história de que pessoas costumam dar doces envenenados para crianças no Halloween não passa de um mito. Mas em 1950, algumas delas tiveram alguns problemas gastrointestinais e alergias. O FDA, órgão do governo americano que supervisa a segurança alimentar e medicamentos farmacêuticos, chegou a investigar o caso e concluiu que o problema foi causado por um corante.

Apesar de ter sido aprovado pelo governo americano em 1906, pesquisas posteriores comprovaram que esse e outros seis tipos de corantes continham benzeno, um composto tóxico para o ser humano. Testes confirmaram que esse corante foi o responsável por causar esses problemas aos pequenos e não era preciso de uma grande dose para matar um rato. O produto foi banido pelo FDA, que reforçou suas políticas sobre corantes alimentícios.

7) A época em que o Halloween era sinônimo de vandalismo

halloween-4

Hoje, a tradição do “doces ou travessuras” é bem inofensiva, mas esse nem sempre foi o caso. Na cidade de Omaha, no estado do Nebraska, na década de 20, diversos casos de vandalismo foram registrados no Halloween. Em 1938, a cidade de Boston chegou a dar prêmios para as escolas que sofressem poucos danos. E em 1948, a casa de um médico de Long Island, no estado de Nova Iorque, chegou a sofrer tantos danos que se convertidos para o dólar atual, chegariam à casa de 100 mil dólares.

  Dinamarca é o país mais feliz do mundo, aponta estudo

Esse vandalismo (que, em alguns casos, tinha motivos até mesmo raciais) se tornou algo tão sério que em 1950, o comitê judiciário do senado dos EUA tentou acabar com o Halloween, substituindo-o pelo Dia Nacional da Honra Jovem. Assim, quem gostava da celebração pensou que oferecer doces era muita forma bem melhor de comemorar, e a tradição do “doces ou travessuras” existe até hoje.

6) A brincadeira de pegar maças com a boca

halloween-5

Apesar de não ser tão frequente hoje em dia, a brincadeira de pegar maçãs com a boca ainda é um costume tradicional de festas de Halloween. A ideia surgiu com os celtas, que acreditavam que os mortos não andavam pela Terra apenas em uma noite, e que atos divinos para evitar isso seriam bastante efetivos. Como as maçãs sempre foram associadas com fertilidade e poder feminino, a brincadeira se tornou uma versão mais moderna desse ato para expulsar os mortos da Terra.

As maças também simbolizavam renascimento, vida, a chegada do outono e o renascimento na primavera. A casca de uma maça jogada no chão por uma única garota mostraria a ela a primeira inicial de seu futuro marido. Isso era muito comum no Halloween justamente por conta da data, pois se acreditava que a mágica era muito mais forte no dia da festividade.

5) As primeiras lanterna de abóboras

halloween-6

As raízes dessa tradição tem origem na antiga Irlanda, com a história de um homem chamado Jack, que cometeu o erro de tentar fazer uma brincadeira com o demônio. Assim, Jack recebeu a maldição de andar pela Terra por toda a eternidade e a única coisa que poderia guiar o seu caminho seria um nabo esculpido com carvão em seu interior.

  10 religiões antigas que são seguidas até hoje

Pessoas começaram a esculpir nabos e colocá-los ao redor de suas casas para assustar maus espíritos que andavam pela noite de Halloween. Só que essa tradição acabou uma vez que os americanos perceberam que era muito mais fácil esculpir abóboras, o que se mantém até hoje.

4) O verdadeiro perigo do Halloween

halloween-7

A questão dos doces envenenados está muito mais longe de ser o verdadeiro perigo que paira sobre a festividade. De acordo com estudos feitos pelo governo dos EUA, os acidentes de carro são a maior ameaça da data. Na noite de Halloween, 5,5 pedestres são mortos por carros, sendo que essa média fica em torno de 2,6 por dia no restante do ano.

Existem várias razões que explicam isso. Se já não bastasse o fato das pessoas estarem distraídas com os pedidos de doces e as decorações da festa, a visão de motoristas também fica muito prejudicada por conta das fantasias.

3) O doce mais popular da data

halloween-8

O “Candy Corn” (Doce de Milho, em tradução literal) existe nos Estados Unidos e Canadá desde 1880. Ele é muito popular no Halloween e é tão conhecido nos dois países que até tem um dia nacional em sua homenagem, que é celebrado em 30 de outubro. E ele tem esse nome justamente por ser parecido com um grão de milho.

  10 características do corpo humano que poucas pessoas têm

A receita do doce praticamente não mudou desde sua criação e leva ingredientes como xarope de milho, açúcar, marshmallow e baunilha. Na época em que os “grãos” eram feitos à mão, ele tinha o nome de “Chicken Feed” (Ração de Galinhas, em tradução literal). Ele é muito associado com o outono, junto de outros doces, por simbolizar a colheita da estação.

2) O caldeirão da bruxa

halloween-9

A história e mitologia que cercam o caldeirão da bruxa envolvem coisas muito além do que usar o objeto para criar poções e feitiços

Antes do surgimento e crescimento do Cristianismo, os caldeirões simbolizavam o ventre dos cosmos. Tudo – a vida, matéria, o físico e o espiritual – vinham de caldeirões e voltavam até o objeto após a morte. Ainda segundo as tradições irlandesas, os caldeirões eram a fonte de toda a vida. Mas aí o Cristianismo veio e descreditou tudo com relação ao objeto, e ele ganhou essa famosa reputação de criar poções e feitiços.

1) Nascimentos em 31/10

halloween-10

Muitos estudos já mostram que são poucas pessoas que celebram seu aniversário em 31 de outubro. Uma pesquisa da Universidade de Yale já mostrou que as taxas de nascimento caem no dia do Halloween, incluindo até mesmo nascimentos naturais, em 11,3%.

A ciência não tem uma explicação para tal fato, mas os responsáveis pelos estudos acreditam que pode haver algo com o sentimento geral das pessoas (o que envolve até mesmo o subconsciente) a respeitos de várias datas, feriados e celebrações. Por outro lado, há um aumento de 5% nas taxas de nascimentos no Dia dos Namorados. Assim, acredita-se que existe um medo de grávidas em dar a luz no dia das bruxas.

  Universidade dos Estados Unidos oferece graduação que estuda maconha
Fonte: Listverse

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com