10 produtos feitos a partir do couro humano

0

Couro (pele de animal curtida e curada) é um componente vital da história da humanidade. É utilizado em sapatos, correias, selas, coldres e até mesmo em interiores de automóveis, bolsas, pastas, botas de prostituta e artefatos eróticos.

O couro mais comum é o da vaca. O mais raro é, como Soylent Green, o couro humano.

Todos já ouviram falar de livros encadernados em pele humana, um marco da ficção de horror e filmes sobrenaturais e programas de TV. A prática é chamada de encapamento antropodérmico. No entanto, os livros não são os únicos itens desta lista. Por uma razão ou outra, alguém em algum lugar, em algum tempo, queria algo envolto em ou feito com a pele de herói, vítima, assassino, ou esquisito. Você encontrará dez desses artigos de couro humanos macabros aqui.

Advertência: Alguns desses itens, especialmente em relação à Revolução Francesa, são considerados apócrifos entre alguns historiadores.

10) Bateria

Bateria 10

O invicto comandante militar Hussite do século XV, Jan Ziska – seu verdadeiro nome é Jan z Trocnova – não deixaria a morte dar fim à sua revolta protestante contra a Igreja Católica. Ele levou as suas forças para a batalha para chicotear os exércitos do imperador do Sacro Império Romano, invadiu a Áustria e Morávia, e participou de uma guerra civil, mesmo depois de perder ambos os olhos.

Diz a lenda que, quando ele estava morrendo da praga durante a marcha para a Bohemia, Ziska ordenou que, após sua morte, seu corpo deveria ser esfolado, e sua pele curada e esticada sobre um tambor para continuar aterrorizando o inimigo no campo de batalha com seu jeitinho “bad ass”.

9) Colete

colete 9

Durante o reinado do terror em uma França do século XVIII dilacerada pela revolução, Saint-Just se tornou um líder político, comandante militar e amigo de Robespierre, bem como um membro da Comissão de Segurança Pública, que condenou um bom número de pessoas à guilhotina.

Em uma história atribuída a Anedotas de la Meuse, os avanços românticos de Saint-Just em direção a uma mulher alta, jovem e bonita foram desprezados. Em um momento de loucura, ele a prendeu e a executou. A pele dela foi removida por um cirurgião, curada e transformada em um colete que ele usava todos os dias. Outra versão da história é que a mulher era uma empregada ladra que “teve o que merecia”.

8) Case de charuto

Case de charuto 8

O francês Henri Pranzini, no final do século XIX, virou um vigarista assassino, apelidado de “Splendid Darling”. Seu julgamento causou frisson e ele terminou seus dias com uma visita à guilhotina. Como uma coda grotesca – não confirmada, mas perfeitamente possível – diz-se que pedaços de seu corpo foram vendidos a colecionadores, incluindo um de seus dentes, que foi usado em um anel por uma mulher. O relatório diz que um membro da Sûreté (polícia secreta) pegou um pouco da pele de Pranzini como uma lembrança, e fez um case de charutos com o couro.

7) Livro

livro 7

Um dos itens mais famosos nesta lista. Hoje na coleção da biblioteca de Boston Athenaeum, o livro tem o título “Hic Liber Waltonis Cute Compactus Est” e foi encadernado em pele de Walton. James Allen (nome real: George Walton) era um salteador notório do século XIX que morreu de tuberculose na prisão em 1837. Antes de morrer, ele pediu que sua pele fosse removida e usada em um volume de sua autobiografia, que seria entregue a John Fenno, uma ex-vítima de roubo que tinha corajosamente se levantado depois de ter sido baleado. O livro permaneceu na família até Fenno doá-lo à biblioteca.

6) Case de cartões

Case de cartões 6

Os ladrões de corpos e assassinos William Burke e William Hare mataram 17 pessoas em Edimburgo, na Escócia, no século XIX, e venderam seus corpos para um médico para dissecção. Burke foi condenado e enforcado, mas não foi tranquilamente para o seu túmulo. Seu corpo foi dissecado – seu esqueleto e uma máscara de morte estão no Museu de Anatomia da Universidade de Edimburgo – e outras partes do seu corpo transformadas em itens úteis, como a capa de um livro de bolso, e um case de cartão de visita muito elegante feito com a pele de sua mão esquerda, agora em exposição no Centro de Informação da Polícia na Royal Mile de Edimburgo.

Continue a ver os demais produtos feitos a partir de couro humano: clique em “Próxima página” para prosseguir

1 2
Pages ( 1 of 2 ): 1 2Next »

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com