5 coisas bizarras feitas em nome da religião

2

Cada religião apresenta suas crenças, filosofias, e práticas. Contudo, quando guiados por falsos líderes religiosos, fiéis em nome de uma força superior podem cometer atrocidades.

Confira 5 coisas bizarras já feitas em nome da religião:

1 – Cortar os testículos para se aproximar de Deus

gurmeet-ram-rahim-singh

Gurmeet Ram Rahim Singh é uma autoridade religiosa bastante popular na Índia, possuindo cerca de 50 milhões de seguidores em todo o planeta.

No ano 2000, Gurmeet convenceu 400 homens a cortarem os testículos sob a motivação de que com isso eles ficariam mais próximos de Deus.

Os procedimentos cirúrgicos foram feitos em um hospital de propriedade de Gurmeet, que foi levado ao tribunal pelo o ocorrido.

2 – Proibir fiéis de usar calcinha e sutiã

reverendo-njohi

O pastor queniano Rev. Njohi proibiu que as mulheres que frequentavam seus cultos de usarem roupas intimas.

Para isso, o pastor as convenceu que dessa forma o espírito de Jesus poderia entrar livremente em seus corpos. Caso as moças ousassem usar alguma roupa íntima, elas seriam punidas por Cristo.

3 – Arrebatamento por nave espacial após suicídio

marshall-applewhite-heavens-gate

A seita Heaven’s Gate, fundada por Marshall Applewhite, ficou marcada por um acontecimento trágico em 1997.

Marshall Applewhite disse aos seus seguidores que o planeta iria ser “limpo” por fundadores alienígenas e que por isso eles precisariam deixar o planeta urgentemente.

Com isso, 38 membros da seita mais o fundador, cometeram um suicídio em massa, com a promessa de que suas almas seriam transportadas por uma nave espacial, que seguiria o cometa Hale-Bopp.

Eles acreditavam que o suicídio “seria o único meio de evacuar esta Terra”.

4 – Abusar de menores para “protegê-las”

larry-durant-word-international-ministries

Larry Durant, pastor do Word International Ministries of Sumter, foi acusado de abusar sexualmente de três adolescentes durante sessões de orações privadas.

Ao ser questionado, Larry afirmou que seu gesto não era um abuso, mas sim uma forma de proteger e curar as meninas de doenças sexuais, gravidez e de ter relações lésbicas.

5 – Matar milhares de animais em ritual hindu

gadhimai-mela-festival

O Gadhimai Mela Festival acontece a cada 5 anos e reúne milhões de hindus do Nepal e da Índia.

O festival, que dura dois dias, é uma homenagem a deusa Gadhimai, divindade que os hindus acreditam trazer prosperidade e sorte.

Em um ritual sangrento, cerca de 500.000 animais são abatidos no primeiro dia do festival.

Os açougueiros passam as 48 horas dos festejos matando milhares de cabras, porcos, búfalos e até mesmo animais menores, como galinhas, pombos e ratos.

Discussão2 Comentários

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com