666: o segredo por trás do conhecido número da besta

0

O número 666 ganhou uma repercussão negativa em todo o planeta, muito por conta do Novo Testamento da Bíblia se referir a ele como o número da besta, e mais recentemente, como o número do anticristo. Mas você sabia que existe um pequeno segredo por trás dessa fama negativa? Entenda mais abaixo.

O canal do Youtube Numberphile deu algumas explicações sobre o número. Ele não possui nenhum propriedade matemática de grande destaque, mas revela alguns detalhes sobre a forma em que a Bíblia foi escrita.

Na verdade, o número 666 não tem exatamente a visão apocalíptica que é imaginada por muitos. Na verdade, ele foi utilizado como código na época em que foi escrito.

O texto foi originalmente escrito em grego antigo, em que os números são escritos como letras, da mesma forma que o hebraico, a outra língua original dos textos bíblicos.

Por exemplo, números como 1, 2 e 3 são representados por letras do alfabeto grego como alfa, beta e gamma.

“Isso significa que toda palavra também possui um valor numérico”, explicou um dos responsáveis pelo vídeo em que questão.

O trecho que cita o número 666 diz o seguinte: “Quem tiver discernimento, calcule o número da besta, pois é número de homem, e seu número é 666”. De acordo com o canal Numberphile, é como se a frase te pedisse a resolver uma charada, não é mesmo?

Na época, existia um ódio grande do Império Romano, particularmente seu líder, Nero César, que era visto como uma figura maléfica. Por conta disso, muitos historiadores sempre tentaram encontrar referências ao imperador na Bíblia. E é aí o lugar em que se encontra o segredo.

Veja também:   Será que Marte teve sua primeira erupção vulcânica registrada? Entenda

No texto original, o 666 foi escrito em hebraico. Na tradução literal, está escrito “Neron Kesar”, a forma em que o nome de Nero César é escrita na linguagem.

E mesmo se você fizer a tradução pela ortografia alternativa, verá que se trata do número 616, mas ainda é uma clara referência ao imperador romano.

No fundo, essa associação do 666 como número da besta jamais irá mudar. No entanto, vale notar que ele, na verdade, se trata apenas de uma referência a alguém que era considerado ruim na época em que a Bíblia foi escrita.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com