Os 8 dinossauros mais legais que você não conhecia

0

Claro, o tiranossauro e velociraptor são muito famosos graças ao Jurassic Park. Mas eles realmente são simplórios quando comparados a alguns outros dinossauros que existiram. Na verdade, aqui estão os animais mais legais que já habitaram a Terra.

Hellboy

regaliceratops

O único lagarto trovão nesta lista legal o suficiente pra se apelidado em homenagem a um personagem de quadrinhos, os regaliceratops fez os paleontólogos repensarem tudo o que sabiam sobre os dinossauros com chifres. Descoberto em Alberta, Canadá, em 2005, Dr. Caleb Brown e Donald Henderson apelidaram o regaliceratops de Hellboy por causa dos chifres em sua cabeça e também por causa da dificuldade que tiveram em desenterrar seu crânio. Seus chifres também se provaram um exemplo de “convergência evolutiva”, que significa duas espécies desenvolverem características semelhantes independentes uma da outra. O regaliceartops desenvolveu os chifres de um centrossauro, o que significa chifres curtos sobre seus olhos e um chifre grande no focinho, apesar de ser um chasmossauro como os tricerátopos, que tinham chifres grandes sobre os olhos e um chifre pequeno no focinho. Os cientistas acreditam que este chifrudo era um herbívoro como o seu primo famoso tricerátopo.

Megalodonte

megalodon

A maioria conhece o megalodonte como o tubarão gigante que o Discovery Channel convenceu os espectadores que ainda existe. Bem, eles estavam errados, já que este monstro morreu há mais de dois milhões de anos, mas isso não torna o megalodonte menos legal. Este avô do grande tubarão branco atingiu um valor estimado de 17 metros de comprimento e tinha uma boca grande o suficiente pra engolir uma pessoa inteira. Claro, um humano não teria sido suficiente pra saciar sua fome – nem dois. Acredita-se que o megalodonte caçava baleias, pois os seus dentes e marcas de mordidas foram encontrados em ossos de baleia fossilizados. Mas não pense que essa era uma criatura completamente assassinas. Megalodontes criavam seus filhotes numa área leste do Oceano Pacífico. Não se sabe o que causou a extinção do megalodonte, mas acreditam que as alterações climáticas desempenharam um fator relevante.

Veja também:   Netflix faz mal para a saúde das pessoas e do planeta, aponta estudo

Giganotossauro

giganotosaurus

O giganotossauro é a criatura que destronou o t-rex como o rei dos dinossauros, apesar de ser pouco conhecido sobre essa espécie, uma vez que nenhum esqueleto completo foi encontrado ainda. Das informações recolhidas a partir dos poucos fósseis encontrados, é apenas ligeiramente maior do que o rex – um giganotossauro, ou lagarto gigante do sul, tinha 13 metros de altura e pesava cerca de 14 toneladas. Ele se alimentava de criaturas variadas, incluindo grandes herbívoros, destruindo-os com dentes serrilhados de 20 centímetros. Ele também deve ter tido boas habilidades de caça, pois tinha um cérebro muito grande pra um dinossauro. E apesar de seu tamanho prodigioso, estima-se que o giganotossauro era terrivelmente veloz, atingindo cerca de 50 km/h. Definitivamente mau até os ossos.

Celacanto

calacanto

Celacanto é um dinossauro tão durão, que desafiou a própria extinção. Embora seja um peixe que ainda vive em nosso mundo, fósseis de celacantos datam 360 milhões de anos atrás – Era Paleozoica -, e pensavam que ele havia sido extinto há mais de 60 milhões de anos durante o grande evento de extinção Cretáceo-Paleogeno. Mas essa criatura marítima não se deixou sumir tão facilmente – um foi encontrado muito mais tarde, em 1938, na costa da África do Sul. Desde então, eles foram encontrados em águas ao longo de Madagáscar, Moçambique, Quênia, Tanzânia, Comores e nos pantanais da África do Sul. Apesar de ainda habitar nossos oceanos, celacanto detém nenhum valor gastronômico com seu gosto terrível. No entanto, a pesca comercial parece estar ameaçando a extinção uma segunda vez. Seres humanos: tão babacas que fazem aquilo que um cataclisma não fez.

Veja também:   Dieta a base de batata frita deixa adolescente cego; entenda

Diabo com Espinhos

stygimoloch

O stygimoloch dá um novo significado ao termo “headbanger” graças ao seu espesso crânio. Eles não nasciam cabeçudos, no entanto. Nascidos com crânios normais – pra eles -, suas cabeças engrossavam conforme amadureciam, até que se tornavam fortes o suficiente pra baterem de frente uns contra os outros e, possivelmente, contra outros dinossauros. Paleontólogos debatem esta teoria, alguns acreditam que as cúpulas ósseas e os chifres que as cercavam serviam apenas pra exibição. A partir de registros fósseis, os cientistas concluíram que stygimolochs eram criaturas sociais que viajavam em manadas ou rebanhos. Seu nome, por sinal, indica uma certa maldade. O nome é uma referência ao Rio Estige da Mitologia Grega, que levava ao Tártaro – basicamente o Inferno – devido ao local onde seus primeiros fósseis foram encontrados.

Mandíbula Forte

pegomastax africanus

O pegomastax é provavelmente o único dinossauro nesta lista – ou que já existiu – que os cientistas acreditam que faria um bom animal de estimação. Isso é provavelmente devido ao seu tamanho diminuto: encontrado na África do Sul, a espécime tinha apenas 60 cm de comprimento. Mas este pequeno lagarto não era nada bonito. Esta criatura de 200 milhões de anos tinha bico e presas apenas pra decoração. Ao inspecionar os dentes de um pegomastax, os paleontólogos descobriram graves desgastes, indicando que estes pequeninos não tinham medo de entrar numa briga. Além disso, além das presas, o pegomastax também possuía molares, o que significa que, na verdade, comiam plantas. E ele tinha um maxilar à frente de seu tempo, que os mamíferos só desenvolveriam depois de milhões de anos. Estamos avisados, presas afiadas de combate! Não devemos clonar estes. A propósito, por que alguém achou que esse bicho poderia ser domesticado?

Veja também:   A Lua realmente afeta nosso humor? Novas pesquisas acreditam que sim

Arquelônio

archelon

O arquelônio nadou pelos sete mares cerca de 65-75 milhões de anos atrás. A maior tartaruga que já existiu – 4 metros de comprimento e 5 metros de largura -, cerca de duas vezes o tamanho de uma tartaruga-de-couro, a maior do mundo atualmente. Pra chegar a esse tamanho, ela mantinha uma dieta onívora, mas não caçava, preferindo comer o que flutuava ao alcance do seu bico, como carniça, lulas, peixes e algumas plantas. E o preguiçoso nunca jantava sozinho. Os tempos realmente não mudam.

Majungassauro

majungasaurus

De todos os dinossauros, o majungassauro teve o maior apetite. Este monstro não se contentava em devorar apenas saurópodes de 8 metros de comprimento, mas também outras criaturas de até 14 metros e também praticava canibalismo quando surgia a necessidade. No entanto, é desconhecido se o majungasauro matava sua própria espécie ou simplesmente aproveitava os corpos de seus parentes caídos. De qualquer maneira, era o predador ápice das redondezas, agora conhecida como a província de Mahajanga em Madagascar. E você achava que os lêmures eram a parte mais legal daquela ilha…

Fonte:http://www.grunge.com/19056/coolest-dinosaurs-idea-existed/



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com