8 teorias que a NASA pode estar escondendo do mundo

0

O universo é um lugar cheio de mistérios e ainda temos um longo caminho a percorrer para descobrir um décimo de tudo que nós não sabemos. Especialmente a NASA, a agência espacial americana e nossa principal porta para nos dar explicações sobre o espaço. Por conta do fato de que entendemos tão pouco sobre ele, muitos mitos e teorias de conspiração já emergiram por aí como resultado.

Teorias sobre a existâncias de alienígenas, tecnologias jamais vistas vagando pelo universo e os mistérios da lua surgem aos montes. A NASA, segundo os conspiracionistas, sabe muito mais do que imaginamos e esconde muitos segredos e mistérios da população mundial.

Confira abaixo oito teorias que a NASA pode estar escondendo do mundo:

8) Anjos Espaciais

NASA-teorias1

Em 1984, um grupo de seis exploradores espaciais alegam ter visto “seres celestiais” no espaço. Eles afirmam para a equipe em terra de que tinham uma aparência humanoide, mas também tinham asas e argolas sobre suas cabeças. Além disso, suas expressões faciais seriam tranquilas e passariam uma sensação de paz.

Alguns dos exploradores afirmaram que esse anjos espaciais teriam acesso a uma tecnologia muito mais avançada que a nossa. Muitos cientistas já desacreditaram esse incidente, após dizer que foi resultado do cansaço do astronautas,   que estavam no espaço por um bom período de tempo. Desde então, a NASA optou por não comentar mais a respeito desse assunto, que se tornou um enorme mistério.

  Descoberto planeta próximo a Terra com capacidade para abrigar vida

Essa não foi a única vez que anjos foram vistos no espaço. Em 1995, um observatório afirmou ter visto seres angelicais voando próximos do sol. A NASA afirma se tratar de um erro no processamento das imagens. Mas, claro, os conspiracionistas acreditam se tratar de alienígenas.

7) Buraco Negro Supermaciço

NASA-teorias2

Os buracos negros são uma espécie de “valentões” do espaço. Eles são tão maciços que sua gravidade não permite que qualquer luz escape. E os Buracos Negros Supermaciços podem pesar o mesmo que um bilhão de sóis.

Muitos cientistas acreditam que existe um Buraco Negro Supermaciço no meio de cada galáxia, incluindo a nossa, a Via Láctea. Eles afirmam que esses buracos negros podem começar a lançar detritos equivalentes ao de uma bomba e podem, um dia, atingir nosso sistema solar, eventualmente consumindo a Terra. O buraco negro da nossa galáxia já foi detectado pelo telescópio Hubble e os cientistas da NASA que ele cresce a uma velocidade de 5 milhões de milhas por hora (8 milhões de km).

Se existe algo peculiar em relação a esse buraco negro, é que ele está a 35 mil anos luz de distância do centro da galáxia. Independente do que ocorra exatamente neles, com certeza já mexeu bastante com a imaginação de fãs de astronomia.

6) Holograma da Lua

lua

Imagine alguém te dizer que o universo é apenas um “vasto e complexo holograma”, e que nossa visão da vida em 3D pode ser uma ilusão também. Astrofísicos da Universidade de Southampton afirmam que existem provas que suportam essa estranha teoria tanto quanto a ideia tradicional da estrutura do nosso universo.

  O que é inteligência artificial?

Outras teorias semelhantes afirmam que a lua pode ser, na realidade, uma projeção holográfica, e que a NASA e o governo americano estão escondendo um misterioso planeta atrás dela, no qual são conduzidos pesquisas e experimentos com alienígenas.

5) O misterioso “satélite” negro

NASA-teorias3

Uma gravação que mostrava um misterioso objeto negro passando próximo da Estação Espacial Internacional se tornou uma sensação em 2015. Esse mesmo objeto também foi visto por astronautas durante uma missão em 1998 e recebeu o nome de satélite Cavaleiro Negro.

Muitos conspiracionistas acreditam que esse satélite é um objeto de origem extraterrestre, que estaria orbitando a Terra há 13 mil anos. Em 1954, o major aposentado Donald Keyhoe afirmou que a Força Aérea dos EUA detectou dois satélites orbitando o planeta, mas vale lembrar que o primeiro lançado ao espaço, o Sputnik, foi orbitar nosso planeta apenas três anos depois. Esse mito foi reforçado em 1963, quando o astronauta Gordon Cooper afirmou ter visto o Cavaleiro Negro no espaço, mas a NASA afirmou se tratar de uma alucinação de Cooper.

Em 1998, as primeiras fotografias do objeto surgiram e foram tiradas por astronautas da nave espacial Endeavor, enquanto fazia seu voo para a estação espacial. A NASA explicou que essas imagens se tratavam de um cobertor térmico que ficou perdido no espaço.

Mas se o Cavaleiro Negro jamais existiu, o que seriam os demais objetos não identificados por astronautas?

  A próxima geração de robôs provavelmente não vai querer nos matar, dizem especialistas

4) A Conspiração Clementine

NASA-teorias4

Em 1994, o Departamento de Defesa os EUA e a NASA lançaram a sonda espacial Clementine, que foi enviada para investigar um dos lados mais distantes da lua.

Enquanto fazia uma pesquisa na cratera Zeeman, que fica no lado de trás da Lua, a Clementine enviou uma série de imagens topográficas do nosso satélite natural de volta para a Terra. Algumas anomalias foram encontradas e foram interpretadas como uma gigante máquina alienígena, que consistia de diversas partes multicoloridas que se moviam em várias direções.

Muitos historiadores afirmam que existe uma espécie de ligação entre essa estranha estrutura e antigas histórias chinesas sobre dragões. Acredita-se que essas histórias seriam, na verdade, descrições de versões menores dessa tecnologia que teria sido encontrada na lua.

De acordo com alguns conspiracionistas, a missão da Clementine seria bem distinta daquela que foi dita para todos nós. Na realidade, seu objetivo seria encontrar tecnologias alienígenas na cratera Zeeman.

3) Planeta X

NASA-teorias5

Muitos cientistas afirmam que possuem evidências “sólidas” da existência do Planeta X. Há quem diga que o misterios planeta, que recebeu o nome de Nibiru e se envolveu com profecias catastróficas recentemente, seria o nono do nosso sistema solar. Sua massa seria semelhante com a de Netuno e estaria a bilhões de quilômetros de distância, e que levaria entre 10 e 20 mil anos para dar uma volta em torno do sol.

  Como surgiram os primeiros animais da Terra?

Pesquisadores observaram a presença do Planeta X a partir de seis objetos que orbitam além de Netuno. Os cientistas afirmam que na “infância” do sistema solar (aproximadamente 4,5 bilhões de anos atrás), o corpo celeste teria se separado dos demais e acabou ficando localizado em uma região muito distante, onde se encontra até hoje.

Conspiracionistas acreditam que o nono planeta pode ser uma das causas de terremotos e outras catástrofes e mudanças que ocorrem na Terra.

2) Corte de transmissões ao vivo

NASA-teorias6

Durante uma transmissão ao vivo recente na Estação Espacial Internacional, um misterioso objeto apareceu misteriosamente e a NASA cortou a transmissão imediatamente. E essa não foi a primeira vez que isso ocorreu.

Em janeiro deste ano, o caçador de alienígena John Craddick disse que um misterioso objeto apareceu na transmissão da NASA antes dela ser interrompida. Ele está convencido de que se trata de uma prova de vida alienígena, pois “nada humano poderia voar tão alto.”

O mesmo ocorreu em junho de 2016, quando um objeto foi visto voando sobre a atmosfera terrestre. E em fevereiro de 2017, outra transmissão chegou a mostrar seis objetos grandes passando próximos da estação, antes dela ser interrompida novamente.

E nada de uma explicação por parte da NASA.

1) A cosmonauta morta

O último item da lista não tem relação com a NASA. Quando os Estados Unidos e a União Soviética estavam participando da corrida espacial, parecia que os soviéticos haviam vencido, em um primeiro momento. Em 1957, lançaram o Sputnik, o primeiro satélite feito pelo homem, e em 1961, enviaram o cosmonauta Yuri Gagarin para o espaço.

  Engenheiros estão prestes a colocar um “escudo” maciço em Chernobyl

No entanto, muitos conspiracionistas e uma evidência de transmissão de rádio afirmam que Gagarin não foi o primeiro ser humano a viajar para o espaço. Uma cosmonauta azarada já havia feito a viagem anteriormente e acabou morrendo durante sua reentrada na Terra. O União Soviética sempre negou tal fato.

Só que algumas frequências de comunicação contam uma história diferente. Semanas antes da viagem bem sucedida de Gagarin, algumas transmissões de rádio retrataram a cosmonauta morrendo lentamente enquanto tentava retornar ao planeta. Os conspiracionistas afirmam que os soviéticos esconderam essa morte para manter a glória de serem os primeiros a enviar alguém para o espaço e preservar a reputação de ser uma das potências da exploração espacial.

Fonte: WhatCulture

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com