9 erros cometidos por filmes sobre o espaço

0

A maioria das pessoas adquiri uma enorme percentagem de conhecimento básico sobre astronomia por meio de filmes sobre o espaço. E, infelizmente, a maioria dos produtores destes longas não fazem uma consultoria com especialistas, assim como os produtores do excelente filme “Interstellar” fizeram.

Isso significa que a maioria do que sabemos sobre o universo por meio de filmes sobre o espaço, provavelmente, não é verdade. Veja algumas coisas na lista abaixo:

A chance de uma nave bater em um cinturão de asteroides é praticamente nula

cinturão-asteroides

Desviar de cinturões de asteroides não é tão difícil como no filme “Star Wars”. Sim, há milhões de rochas em um cinturão de asteroides, mas estas rochas são enormes e todas elas estão a milhares de quilômetros de distância umas das outras.

Segundo cálculos da NASA, o risco de uma sonda bater em algo ao passar através do nosso cinturão de asteroides mais próximo é de uma em 1 bilhão. A América já enviou com sucesso 11 sondas através destes cinturões sem a necessidade de que um piloto super habilidoso estivesse a bordo conduzindo a nave.

Meteoritos não vão botar fogo em tudo

Provavelmente você dever ter assistido ao filme “Armageddon”, onde uma chuva de bolas de fogo caem sobre a terra, indicando a iminente queda de um enorme asteroide que irá devastar as maiores cidades do mundo. Então, isso não aconteceria exatamente dessa forma.

  9 aparelhos que caíram em desuso graças aos celulares modernos

Meteoritos não fazem fogo. Eles são bolas de gelo e rocha. Mesmo uma viajem a uma velocidade extremamente alta através da nossa atmosfera, não seria suficiente para inflamá-los. Se isso, supostamente, acontecesse, ele ficaria no máximo morno. E dependendo do seu tamanho, a destruição que ele causaria seria enorme, mas mesmo assim, ele não deixaria nosso planeta em chamas.

Buracos negros não são em forma de funil

buraco-negro-funil

Essa forma afunilada que filmes sobre o espaço sempre usam para descrever visualmente um buraco negro, não é a mais parecida com um buraco negro real.

Um buraco negro é totalmente invisível ou então é uma espécie de super-esfera densa com uma gravidade extremamente massiva.

Buracos negros não sugam tudo

buraco-negro

Os buracos negros trabalham fora das leis da física e da gravitação como conhecemos. Assim, não há nenhuma razão para você realmente ser sugado para um buraco negro.

Os limites da força gravitacional de um buraco negro, seriam fracos o suficiente para não atrair você, isso se você não ultrapassar o seu limite de força gravitacional é claro.

Não há nada com gravidade zero

gravidade-zero

O termo gravidade zero é um enorme exagero. Objetos no espaço ainda estão sujeitos à gravidade, é como se eles estivessem caindo em queda livre eternamente.

Mas no espaço, como a gravidade é tão distante, a “queda” que normalmente é uma experiência de gravidade, nos mantem caindo em câmera lenta, por isso parece que estamos flutuando. Não é uma ausência de gravidade, mas sim uma presença de gravidade que faz a famosa sensação de “gravidade zero”.

  Cadela dá à luz os primeiros gêmeos idênticos do mundo

O Sol não é exatamente essa bola de fogo que imaginamos

sol-bola-de-fogo

O sol é mais uma bola gigante e brilhante do que um inferno em chamas. O fogo é uma reação química, mas o que está acontecendo no sol é puramente nuclear e tem mais haver com brilho do que com fogo.

Curiosamente, um dos únicos filmes sobre o espaço que distinguiram esse fato foi o filme “Sunshine”, do diretor Danny Boyle. Onde ele gostava de retratar toda a lava e os tipos de detalhes que pensávamos que estávamos vendo no sol quando olhávamos para ele através da atmosfera turva e suja da Terra.

O Sol não é amarelo

sol-amarelo

O sol não é realmente amarelo como vemos. O mesmo filtro atmosférico que faz com que ele pareça em chamas visto da Terra é também o que faz com que o Sol pareça amarelo para nós. Do espaço, o sol é apenas uma esfera branca e brilhante.

Não há nenhum lado escuro da Lua

dark-side-of-the-moon

Não é de um filme, mas este equívoco sobre a sobre a lua no disco “Dark Side Of The Moon” da banda Pink Floyd, precisa entrar nesta lista e ser esclarecido também.

Há um lado da lua que não vemos porque a lua está bloqueando a Terra de uma determinada maneira. Mas como, tanto a Terra, quanto a Lua, estão girando em torno do Sol e em torno de si próprios, todos os lados da lua são expostos ao sol em um ponto ou outro.

  6 costumes que os gringos estranham no Brasil

Você pode realmente sobreviver no espaço (brevemente, mas pode)

sobreviver-espaço

Se você de repente for exposto ao espaço sem um traje espacial, você tem uns bons trinta segundos antes do seu corpo começar a ter problemas. Principalmente, problemas respiratórios, porque não há oxigênio lá.

Mas o seu sangue não irá ferver por causa da falta de pressão, seu interior não irá explodir, expelindo seus órgãos internos pelos seus orifícios e você Também não irá congelar instantaneamente.

Seu corpo iria manter a pressão necessária sobre o seu interior para tudo ficar no lugar. Seus olhos, boca e outras partes expostas que detêm líquidos, ficarão instantaneamente secas. Mas se você voltar rápido o suficiente para um lugar seguro, sua maior preocupação seria a re-pressurização rápida.

fonte: allday



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com