A verdade por trás de 11 parques de diversões abandonados

0

Existe cenário mais perfeito pra um filme de terror do que parques de diversões abandonados? Você quase consegue ouvir as risadinhas infantis ecoando pelos corredores sombrios e empoeirados.

E sabe o que dá mais medo ainda? A verdadeira história por trás dos parques de diversões abandonados mais assustadores do mundo.

Veja:

Gulliver’s Kingdom

Na base do Monte Fuji, há uma pessoa de quase 45 metros amarrada no chão, provavelmente a parte mais mundana do Gulliver’s Kingdom, um parque de diversões baseado no livro As Viagens de Gulliver. Em seu auge, o parque atraiu os turistas que buscavam as vistas pitorescas do Mt. Fuji, mas a falência forçada aconteceu em 2001. O local apresentava uma pitoresca aldeia, a estátua de concreto maciço do próprio Gulliver e uma pista de bobsled. Acima de tudo, o parque foi fundado numa localização infeliz, próximo à Aokigahara, a Floresta do Suicídio – só em 2003, foram encontrados 105 corpos nela. Como se não bastasse, o parque foi construído em cima da antiga base de operações do culto Aum Shinrikyo, responsável por um ataque terrorista no metrô do Japão em 1995.

Disneys’s River Country

disneys-river-country

Com o sucesso da Disneylândia nos anos 70, a empresa quis lançar mais parques, entre eles o River Country na região pantanosa da Califórnia. Construído em 1976, o parque começou bem até ser fechado de forma abrupta e sem explicações em 2005. Os boatos dispararam entre crianças afogadas e até infecções letais na água. Seja lá qual foi o motivo, o local se tornou uma floresta, a água parece um muco verde e não seria difícil de acreditar que um monstro do pântano tomou conta do parque agora.

Veja também:   Santiago 513: a lenda do avião que pousou 35 anos após decolar

Spreepark

spreepark

Outro parque tomado pela vegetação, Spreepark foi construído em 1989 na Alemanha, mas começou a ser engolido pela água até fechar em 2001. Como se não bastasse, um dos principais funcionários do parque foi preso em 2003 com mais de 150 quilos de cocaína escondidas dentro do mastro de uma das principais atrações. O criminoso passou oito anos na cadeia, até ser solto e ir morar no Spreepark, onde reside até hoje.

Holy Land USA

holy-land-usa

Holy Land USA já era um lugar estranho antes de fechar. Fundado em 1957, o parque cresceu de forma errática e sem planejamento conforme novas atrações com temáticas da Bíblia surgiam, até o falecimento do seu fundador em 1987. As ruínas incluem uma aldeia hebraica inteira, igrejas ocas, Jesus no ato de morte e sinais aleatórios impressos com escrituras enferrujadas por toda parte. E, só pra piorar, em 2010, uma menina de 16 anos foi esfaqueada até morrer numa cruz de néon gigante.

Kejonuma Hojou Land

kejonuma-leisure-land

Sabe o que assusta mais do que um parque abandonado? Um parque amaldiçoado! Em seu auge nos anos 80, Kejonuma Hojou Land recebeu mais de 200 mil turistas e suas impressionantes atrações continuaram de pé depois da sua falência em 2000. A lenda diz que uma mulher vivia próxima a um lago do parque, até o dia em que engravidou e então deu a luz a uma serpente, que entrou na água chorando como um bebê. A mulher enlouqueceu, entrou no lago e acabou se afogando – e permanecendo na água após a morte como uma assombração. A propósito, Kejonuma significa “lago da mulher fantasma”.

Veja também:   A homenagem da SpaceX ao 1° astronauta negro da história

Blub Water Park

blub-water-park

Blub já foi um dos parques aquáticos mais famosos da Alemanha. As complicações começaram quando uma infestação de ratos saiu do controle, o parque começou a ficar fechado por tempo demais, levantando suspeitas e prejuízos, até que o público descobriu o que estava acontecendo e tudo foi por água abaixo. Depois de falir em 2002, o parque se tornou um extenso campo de piscinas secas e incontáveis ninhos de rato.

Expoland

expoland

Em 2007, o parque de diversões japonês Expoland foi o pináculo das lendas urbanas modernas, quando o carro chefe da montanha russa Fujin Raijin II saiu do trilho, assassinando uma moça de 19 anos e ferindo mais 20 pessoas. O mais bizarro é que pouca coisa mudou desde que o parque faliu em 2009: ele continua lá, inteiro, de pé, vazio.

Chippewa Lake Park

chippewa-lake-park

Chippewa Lake Park foi uma visão macabra por mais de 30 anos. Depois de um incêndio que devastou boa parte do parque, o local foi abandonado, mas sua maior montanha russa continuava visível, chamuscada, sombria e infernal. Os atuais proprietários começaram a demolir o parque, mas problemas com a lei interromperam a operação. O que resta ainda é assustador o suficiente.

Dadipark

dadipark

Dadipark, conhecido como o parque mal assombrado belga, nunca foi grandioso. O sucesso moderado bastava enquanto o parque mudava de dono, até que um acidente arrancou um braço de um menino em 2000. Daí pra frente, o local se tornou cada vez menos frequentado até falir em 2002 e ser demolido em 2012.

Veja também:   Cidade no oriente médio pode ter sido destruída por explosão cósmica

Lake Shawnee Amusement Park

lake-shawnee-amusement-park

Lake Shawnee Amusement Park é apenas a casca do que um dia foi: construções de aço enferrujado, vegetação dominando todo o solo e as cinzentas montanhas da Virgínia Ocidental ao longe. E eu ainda nem contei sobre o fantasma. Constantemente citado como o local mais assustador da face da Terra, o parque foi construído na mesma terra em que três crianças foram mortas por guerreiros Shawnee. Em vingança, o pai atacou muitos indígenas e enterrou todos pela região. Um século e meio depois, as terras foram compradas pra construção do parque e então mais crianças morreram. A primeira foi uma menina atropelada durante um passeio. O segundo foi um menino que se afogou no lago Shawnee. Várias pessoas já relataram ouvir risadas de criança ou ver uma menina de vestido rosa ensanguentada perdida no parque.

Terra Encantada

O que não falta é vídeo e nostalgia das ruínas do maior parque de diversões brasileiro de todos os tempos. A Terra Encantada sempre encarou dificuldades financeiras, teve que atrasar a inauguração diversas vezes e só tinha 15 das 21 atrações disponíveis naquela data – e ainda foi palco de bons escândalos. O primeiro foi uma briga generalizada durante um show do Charlie Brown Jr, que totalizou 61 feridos e lojas saqueadas. E o último foi a infeliz morte de uma ajudante de cozinha, arremessada da montanha russa Monta Aurora, tragédia que serviu de pivô pra sua falência.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com