Aquecimento global: cadáveres antigos reaparecem em geleiras derretidas na Suíça

0

Nos últimos anos, vários cadáveres têm sido encontrados nas geleiras dos Alpes na Suíça, devido ao derretimento das camadas de gelo. Isso é uma consequência do aquecimento global, já que os dados da diminuição das geleiras têm relação com o aumento da temperatura do planeta.

Veja também:   Geleiras no Canadá correm risco de sumir complemente, diz estudo

O mais recente dos corpos foi encontrado no último dia 14 de julho, por um guia no Monte Cervino. Trata-se de um explorador japonês de 67 anos, sobre o qual ainda não se tem nenhuma informação. Porém, esse não é o primeiro caso de cadáveres sendo descobertos nos Alpes suíços.

Em 2014, perto do mesmo Monte Cervino, foram encontrados dois cadáveres de pessoas que desapareceram na montanha ainda na década de 1970. No ano seguinte, dois japoneses identificados como Michio Oikawa e Masayuki Kobayashi, de 21 e 22 anos na época, tiveram os restos mortais identificados nas montanhas. Eles estavam desaparecidos desde o dia 18 de agosto de 1970.

Em 2017, funcionários de uma empresa que administra os teleféricos naquela região encontraram os cadáveres de Marcelin e Francine Dumoulin, casal que desapareceu em 1942. Eles ainda utilizavam roupas características da Segunda Guerra Mundial, muito bem preservadas por causa do gelo. Os descendentes haviam procurado por eles desde a época.

Os cadáveres mais antigos encontrados até agora nos Alpes da Suíça foram os dos irmãos Johann, Cletus e Fidelis Ebener, desaparecidos em 1926. Desde essa data, cerca de 280 pessoas desapareceram nas montanhas.

Aquecimento global

Universidades e o Ministério do Meio Ambiente da Suíça têm monitorado o derretimento das geleiras dos Alpes desde 1880 e a diminuição tem sido notável. De acordo com os dados, a geleira conhecida como Tsanfleuron encolheu incríveis 1926 metros desde 1884. A geleira Morteratsch já perdeu mais de 2800 metros de área nesse tempo.

De todas as 81 geleiras suíças, apenas uma manteve seu tamanho desde o início da medição, enquanto 80 delas diminuíram drasticamente de tamanho. O aquecimento global causado pela emissão de gases estufa é o grande responsável pelo derretimento que é considerado bastante acelerado.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com