La mano del Diablo: cidade na Argentina sofre invasão de besouros

0

A cidade de Santa Isabel, na região de La Pampa, na Argentina, está sofrendo com uma verdadeira invasão de besouros em todos os lugares.

  • Volta às aulas 2022! Antecipe as compras escolares em até 10x sem juros, até 55% de desconto e frete grátis! Clique aqui.
  • Amazon Prime: frete GRÁTIS, filmes, séries e mais por R$ 9,90/mês. Assine agora!

Os animais, da espécie Diloboderus abderus, parecem estar se beneficiando da grande onda de calor que varre o local e estão se reproduzindo em uma quantidade descomunal, enchendo as ruas do local e causando estragos.

Trata-se de uma quantidade tão grande de besouros, que eles já começaram a fazer algum estrago pelas ruas da cidade argentina: bueiros e bocas de lobo estão tampadas, o que facilita enchentes, além de telhados e construções serem danificados por conta da presença massiva dos insetos, que roem tudo o que conseguem e encontram pela frente.

Atraídos pelo calor de luzes, os besouros estão literalmente por toda a parte e já forçaram a prefeitura de Santa Isabel a desligara iluminação pública durante a noite, com a intenção de não atrai-los.

Casas e prédios comerciais também estão evitando acender a luz durante a noite, mas nem isso tem sido o suficiente para lidar com o problema.

Embora sejam inofensivos, os besouros podem machucar quando voam e colidem com carros e outros veículos. Por conta de sua carapaça dura e alguns espinhos nas patas, arranhões e outros machucados podem ser comuns.

Os habitantes da cidade estão sendo orientados a sair na rua cobrindo os olhos e a boca, para evitar maiores problemas.

Onda de calor traz besouros

A região de La Pampa, no norte da Argentina, corresponde mais ou menos ao centro da América do Sul.

Essa região, em específico, tem sofrido com uma onda de calor além da conta, com temperaturas médias de 38 graus em cidades como Santa Isabel. Isso certamente facilitou a vida dos besouros, que começaram a se multiplicar com muita facilidade.

Esses insetos começam a vida como larvas, que vivem debaixo da Terra. Quando atingem a maturidade, eles começam a sair do chão e dão início ao ciclo de reprodução.

Como gostam do calor, a temporada está sendo bem mais movimentada do que o normal para eles, que parecem não ter limite em relação à quantidade de indivíduos.



  • Volta às aulas 2022! Antecipe as compras escolares em até 10x sem juros, até 55% de desconto e frete grátis! Clique aqui.
  • Amazon Prime: frete GRÁTIS, filmes, séries e mais por R$ 9,90/mês. Assine agora!

Deixe um Comentário

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com