Por que a bandeira confederada causa tanta polêmica nos Estados Unidos

0

A bandeira dos Estados Unidos é um dos símbolos mais conhecidos do país, mas existe outra bandeira muito presente em celebrações e protestos que costuma causar muita polêmica: a chamada bandeira dos Estados Confederados.

O símbolo é muito popular no sul do país e esteve presente no ataque ao Capitólio, em Washington, sendo motivo de discussões entre os americanos até hoje.

A bandeira confederada foi criada na década de 1860, durante a Guerra Civil Americana, por William Porcher Miles.

Ela iria representar os Estados Confederados do Sul, que buscavam independência dos EUA entre outros motivos, por discordarem da abolição da escravidão. Isso explica muito sobre como essa polêmica chegou até os dias atuais.

No entanto, a bandeira escolhida entre os confederados foi outra, mas ela foi adotada como bandeira de guerra pelas forças armadas da Virgínia do Norte, tendo ganhado então importância.

Hoje, ela é usada como símbolo pelos descendentes dos veteranos da Guerra Civil Americana, que veem nela uma herança cultural, mas infelizmente, o símbolo não é visto dessa forma por todas as pessoas.

Ela já foi proibida em bases militares dos Estados Unidos, bem como em eventos esportivos e outros tipos de lugares e acontecimentos.

Tudo isso tem mais relação com a forma com que o símbolo é exibido hoje do que no passado, embora seja efetivamente uma bandeira inimiga para o país que hoje é os Estados Unidos.

Racismo e supremacia branca

Devido ao histórico escravagista dos estados confederados, a bandeira militar da Guerra Civil Americana começou a ser usada como um símbolo de ideologias racistas e de supremacia branca nos EUA.

Grupos como a infame Ku Klux Klan estamparam a bandeira confederada em suas manifestações e até documentos, com orgulho.

Não é raro vê-la também em posse de atiradores, defensores da caça esportiva e atos racistas nos EUA, geralmente junto com símbolos nazistas.

Embora os descendentes dos soldados confederados defendem o seu uso e afirmem que a bandeira não tem relação com ideologias de extrema-direita, a verdade é que ela foi apropriada por esses movimentos, de forma similar ao que aconteceu com a suástica e os nazistas, sendo hoje impossível desassociá-los.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com