Café produzido com fezes de pássaro é o mais caro do Brasil; conheça

0

Quem é apaixonado por café, não dispensa uma bela xícara, mas e se ela chegar a custar 22 reais? A situação fica ainda mais estranha quando se sabe como ele é feito.

O café que chega a custar esse preço é o chamado Jacu Bird, que apesar de chamar o pássaro por uma palavra inglesa, é bem brasileiro. A participação do pássaro, o Jacu, no processo de fabricação é importantíssima.

O sabor do Jacu Bird é realmente bem diferente dos outros cafés e isso se deve a ação do nobre Jacu no processo.

O que acontece é que o pássaro come os grãos e os elimina em suas fezes e é a partir desse grão já digerido que o café é produzido e chega quentinho à xícara do consumidor. O preço pela iguaria é alto, mas os apreciadores garantem que vale cada centavo.

Engana-se quem pensa que o trabalho do Jacu é apenas comer e defecar. Uma parte importante do processo é feito por ele, que come apenas os melhores frutos de café, escolhidos pelo próprio pássaro.

Em seu organismo, apenas a polpa passa pelo processo de deglutição, enquanto as sementes, ou grãos, saem intactos.

Segundo os especialistas, o café Jacu Bird é mais adocicado do que um exemplar normal, como um expresso. Ele também possui uma textura mais fina e tem um sabor que chega a lembrar frutas vermelhas. Em resumo, nem parece que saiu de onde saiu.

Outros “cafezes”

O Jacu Bird não é o único café do mundo que tem suas características extraídas do sistema digestivo de um animal. O caso mais famoso é o do Kopi Luwak, produzido na Indonésia, e com grãos que são digeridos por um simpático mamífero local, o Luwak.

Um quilo desse café custa cerca de 500 dólares na Indonésia, mas pode ser encontrado por um preço muito maior em outros países.

Apesar de parecer mais “chique”, o nosso Jacu tem uma vantagem interessante sobre o Kopi Luwak. Os pássaros brasileiros que ajudam a produzir a bebida são livres, não vivem presos apenas para produzir.

Já os pobres Luwaks indonésios são confinados em fazendas de café e reproduzidos só com essa finalidade. No final das contas, é tudo a mesma… bebida.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com