Clareamento genital é a nova moda nas clínicas de estética da Tailândia

0

O Hospital Lelux, em Bangkok, na Tailândia, tem feito sucesso no país depois que começou a realizar um procedimento estético inusitado: branqueamento ou clareamento genital. A técnica é realizada com a ajuda de lasers que são seguros, mas podem apresentar reações adversas devido à região onde é aplicado.

Há alguns meses a clínica começou a aplicar um procedimento de clareamento na região dos lábios vaginais. A técnica fez sucesso e começou a haver demanda para o clareamento no pênis também. É aí que o procedimento começou a fazer mais sucesso.

A aplicação do laser é a mesma realizada em outras partes do corpo, usada para o tratamento de manchas e outros tipos de marcas na pele, garante Popol Tansakul, gerente de marketing do Hospital Lelux. O feixe de luz destrói as células chamadas melanócitos, que produzem melanina, o pigmento que escurece a pele humana.

O procedimento é seguro em outras partes do corpo, podendo causar apenas uma sensibilidade maior à luz solar na região tratada. Porém, quando aplicada na região genital, de pele mais sensível, a técnica pode causar irritação, reações alérgicas e inflamação na pele, segundo o Dr. Thongchai Keeratihuttayakorn, chefe do Departamento de Suporte ao Serviço de Saúde da Tailândia, em comunicado oficial do Ministério da Saúde Pública tailandês.

Segundo o Hospital Lelux, cerca de 100 pacientes por mês procuram o tratamento, vindos inclusive de outros países como Hong Kong e Camboja. O hospital acredita que atualmente 50% de seus pacientes venham em busca do clareamento genital, que custa 650 dólares por cinco sessões.

Veja também:   Netflix faz mal para a saúde das pessoas e do planeta, aponta estudo

A estética asiática

Na Tailândia, muitos buscam procedimentos de clareamento de pele, devido a questões culturais, já que naquela região da Ásia a pele mais clara é vista como símbolo de alta posição social e, consequentemente, associada à beleza. Isso se deve provavelmente à influência ocidental e os anos de domínio europeu na região.

Em outros países asiáticos como Japão e Coreia do Sul, não são raros procedimentos para “arredondar” os olhos, removendo a membrana de pele que torna os olhos asiáticos tão característicos, ou “puxados”.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com