10 coisas que você não sabia sobre sexo

3

Dez coisas que a gente não sabe sobre o sexo? Como podem ainda haver dúvidas sobre algo tão corriqueiro (pelo menos para alguns) como o sexo?

Mas, sim, acredite ou não, não sabemos de tudo e quem sabe, lendo essa lista, você não possa ter um melhor desempenho sexual? Contenha seus hormônios e leia agora 10 coisas que você não sabia sobre o sexo.

1. A frequência média para o sexo é duas vezes por semana

coelhos-fazendo-amor

Uma pesquisa da Durex (fabricante americana de preservativos) salientou que o número médio de vezes que as pessoas fazem sexo é de 103 vezes por ano, 1,98 vezes por semana e 0.28 vezes por dia! Incorporar o sexo em sua vida tem seus benefícios, incluindo o alívio do estresse e aumento da energia, mas não existe um certo ou errado nesse cálculo, você não precisa virar um coelho para diminuir o estresse! (Fonte)

2. Homens mais pesados ​​duram mais tempo na cama

gordinho-gordo-garota-bonita-mulher

Esqueça as dietas e agarre um hambúrguer: pesquisadores na Turquia terminaram um estudo de um ano que correlacionou o índice de massa corporal com o desempenho sexual masculino. Os resultados da pesquisa são surpreendentes: os homens mais pesados ​​foram capazes de fazer sexo em uma média de 7,3 minutos, enquanto os homens fisicamente torneados duraram uma média de 108 segundos. O estudo, publicado na revista Nature, mostrou que os homens com excesso de peso tinham níveis mais altos de hormônio estradiol do sexo feminino, que bloqueia os hormônios masculinos e atrasa o clímax. (Fonte)

  Nasa enviará nave para mergulhar nas profundezas do Sol

3. O sexo oral pode ser uma cura para a doença da manhã

mulher-gravida-doente-passando-mal

Um acadêmico está propondo uma cura para a doença da manhã que algumas “pré-mamães” pode não gostar do gosto – o esperma. Gordon Gallup, psicólogo da SUNY-Albany tem uma teoria de que as mulheres grávidas que são continuamente expostas ao sémen do pai, são menos propensas a sofrer de náuseas pela manhã. Gallup, que é especializado na competição reprodutiva e comportamento humano, oferece a teoria de que as mulheres grávidas adoecem e vomitam porque seus corpos estão rejeitando o material genético do sémen como algo estranho e desconhecido. A teoria poderia viabilizar e acabar com o mal-estar através da ingestão do mesmo esperma, a fim de permitir que o corpo construa uma tolerância. A idéia, ainda é apenas uma teoria e precisa ser testada. (Fonte)

4. O sexo cura dores de cabeça

dor-de-cabeca-casal

Se você acha que o sexo não pode acontecer devido a uma dor de cabeça, você está muito errado, pelo menos de acordo com o especialista em dor de cabeça, Dr. Vincent Martin. Surpreendentemente, é justamente o oposto. Martin indicou que o aumento nos níveis de serotonina, que acontece durante o sexo facilita as vias no cérebro que podem levar e sustentar a dor de cabeça.

Agora, isso não quer dizer que o sexo é a resposta para todas as dores de cabeça ou não haveria esse enorme atraso no mundo corporativo a cada dia. No entanto, como o ato sexual em si é um pouco mais poderoso do que sacar da cartela um ibuprofeno ou aspirina, talvez esta nova cura para dores de cabeça, seja testada em breve por, bem, muitos. (Fonte)

  Quantos dias o corpo demora para se acostumar com o horário de verão?

5. Coçar o tornozelo é tão bom quanto o sexo

mulher-coçando-coçar-tornozelo-pés
A velha frase “você coça minhas costas, eu coço as suas” pode precisar de uma upgrade. O tornozelo acabou de entrar no top 1 como o local mais satisfatório para coçar, de acordo com pesquisadores da Escola Wake Forest de Medicina da Carolina do Norte. No estudo, publicado no British Journal of Dermatology, voluntários saudáveis ​​foram solicitados a coçar o antebraço, tornozelo e costas, esfregando-os com “Cowhage”, uma planta com minúsculos pêlos que irritam a pele. O professor Francis McGlone, membro do Fórum Internacional para o Estudo da Coceira, disse: “Foi interessante que o tornozelo foi o local mais “coçavel” e que o maior prazer veio de coçá-la, porque a parte traseira tem sido bem conhecida como o preferido local para coçar “. (Fonte)

6. Os homens pensam em comer e dormir tanto quanto pensam no sexo

homem-pensando-olhando-comida-fruta

Os homens pensam em sexo a cada sete segundos, não é? Não de acordo com um novo estudo que conclui que homens pensam sobre o sono e sobre a comida tanto quanto eles pensam no sexo. O estudo constatou que o número médio de pensamentos sobre sexo por homens em idade universitária era 18 vezes por dia e para as mulheres 10 vezes por dia. Mas os homens também pensam em comer e dormir proporcionalmente, ainda mais. (Fonte)

7. O comprimento do dedo pode indicar tamanho do pênis

homem-mao-dedos

Levante a mão direita. Seus dedos, indicador e anular são incompatíveis? Parabéns, você está no grupo de homens com probabilidades maiores de ter um pênis longo. A menor razão de tamanho entre o segundo e o quarto dedos está ligada a um tamanho mais esticado do pénis, relatam os pesquisadores no Jornal asiático de Andrologia. As descobertas vão além de fornecer uma proporção de dedos medidas em gráfico de barras para homens; pesquisadores dizem que uma rápida olhada nos dedos de um homem poderia revelar sua exposição a hormônios masculinos no útero, proporcionando dicas sobre o seu risco à doenças desencadeados por hormônios como o câncer da próstata. (Fonte)

  7 relógios que marcaram morte e desastre

8. O orgasmo feminino é uma forma de seleção natural

orgasmo-mulher

O orgasmo é uma função evolutiva da natureza. Em 1967, um homem chamado Desmond Morris escreveu um livro controverso chamado de “O Macaco Nu”. O livro olhava para o orgasmo feminino, sugerindo que o seu objetivo era não só incentivar o interesse na atividade sexual, mas também para promover a exaustão para incentivá-la a permanecer na posição horizontal (impedindo que o esperma vaze). Ele também sugeriu que a dificuldade das mulheres em alcançar o orgasmo com homens era, na verdade, uma forma de seleção natural. Apenas o mais paciente, carinhoso, e imaginativo dos homens (considerado traços preferenciais) teria a melhor chance de provocar um orgasmo, e, portanto, conceber com sucesso uma criança. (Fonte)

9. Vibradores foram usados ​​como tratamento médico durante o século 19

vibrador-historia

De acordo com o Museu do Sexo, o vibrador foi originalmente usado como um tratamento medicinal de “histeria” feminina durante o século 19. Os orgasmos induzidos por vibradores ajudaram médicos a dissipar os sintomas relacionados à ansiedade da histeria. (Fonte)

10. 25% dos homens com mais de 65 anos utilizam a pílula azul mágica

pirula-azul

De acordo com o Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais, cerca de 5 por cento dos homens de 40 anos de idade e entre 15 a 25% dos homens de 65 anos de idade apresentam disfunção erétil.

  Você poderia sobreviver após uma guerra nuclear?

Outro fato interessante sobre sexo na meia-idade é que 46% das pessoas com mais de 50, alegam fazer sexo uma vez por semana. 85% sentem que o sexo em uma idade mais madura é menos complicado do que quando eram adolescentes ou jovens adultos, sugerindo que o sexo pode ficar melhor com a idade (como muitas coisas na vida). (Fonte)



Discussão3 Comentários

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com