Afinal, como alguém pode morrer congelado? Entenda

0

Os Estados Unidos passam por uma terrível onda de frio que fez o país ficar mais gelado que a Antártida. O negócio está mais complicado no meio-oeste e no leste e as temperaturas negativas podem realmente fazer com que alguém possa morrer congelado. Mas afinal, como que isso pode ocorrer?

A nossa temperatura corporal

Todos já estamos cansados de saber que nossa temperatura corporal fica na casa dos 36,5 graus. A hipotermia ocorre quando a temperatura do nosso corpo fica abaixo dos 35 graus. E não é preciso de muito frio: caso a pessoa esteja molhada ou dentro de água gelada, a condição já pode aparecer em temperaturas entre 10 e menos 1 grau.

Mas excluindo esses fatores, morrer congelado nestas temperaturas é um pouco complicado. Mas o cenário muda um pouco quando o assunto é essa onda de frio que está assolando os EUA.

Em uma temperatura na casa de menos 34 graus, uma pessoa que não está devidamente vestida para se proteger do frio já pode começar a ter hipotermia em questão de apenas 10 minutos, de acordo com médico Robert Glatter, do Hospital Lenox Hill, em Nova York.

E em um frio na casa entre menos 40 a menos 50 graus, bastam apenas de cinco e sete minutos para a hipotermia aparecer.

Segundo a Mayo Clinic dos EUA, a queda na temperatura corporal começa a afetar o funcionamento dos órgãos, especialmente o cérebro e o coração, que reduz a circulação de sangue no nosso corpo e pode resultar em falência múltipla de órgãos, como o fígado e nossos rins.

A situação é ainda pior para idosos, já que os músculos do coração já estão mais fracos e muitos costumam tomar medicamentos que reduzem os batimentos cardíacos.

Os primeiros sintomas da hipotermia surgem após a temperatura corporal cair para abaixo dos 35 graus, e incluem tremedeira, fraqueza e confusão. E após isso, as coisas só pioram.

Aos 33 graus, surge a amnésia; aos 28, você já perde a consciência; e aos 21, a pessoa já se encontra em hipotermia profunda e a morte já é bem provável.

Dentro da medicina, o registro de menor temperatura corporal em um adulto que sobreviveu ficou na casa dos 13,7 graus, após essa pessoa ter caído na água gelada.

Proteção do corpo

Sim, morrer nessas condições não é nada lá muito difícil. Mas morrer congelado, no sentido literal da palavra, é bem difícil, já que nosso corpo possui dois mecanismos para nos proteger de um frio como esse.

Primeiramente, conforme o ar gelado atinge nosso rosto e pele, o corpo irá tirar o sangue de nossas extremidades, como os dedos, e focar as partes internas, em um processo conhecido como vasoconstrição. A ideia é justamente evitar a perda de calor para o ambiente.

E a segunda é a tremedeira, que nos ajuda a produzir calor e aumentar a temperatura corporal.

Congelamento da pele

Sim, são necessárias condições extremas para alguém morrer congelado por conta da hipotermia. No entanto, o congelamento da pele, nessas condições, é algo muito mais comum.

Nessa situação, quem sofre mesmo são os seus dedos, justamente pelo fato da circulação sanguínea diminuir nesses lugares. E isso pode acontecer mesmo se você estiver usando luvas e sapatos. No entanto, isso só costuma ocorrer em temperaturas abaixo de zero.

Em uma temperatura de menos 18 graus, com sensação de 10 graus a menos por conta do vento, seus dedos podem congelar em 30 minutos. Mas se a sensação estiver na casa de menos 48, isso pode acontecer em questão de cinco minutos.

No entanto, apesar desses riscos, basta estar bem vestido e protegido que podemos lidar com temperaturas tão frias sem maiores problemas. Caso contrário, alpinistas não escalariam montanhas, pessoas não se aventurariam no Ártico ou nadariam no Canal da Mancha, onde a água é muito gelada.

Em situações como essa, a recomendação é usar, ao menos, três camadas distintas de roupa. O ideal é que uma delas isole qualquer tipo de umidade do nosso corpo, enquanto que outra seja especialmente voltada para nos proteger do frio. O mesmo vale para o seu calçado, justamente para evitar o congelamento dos dedos.

Por fim, outra dica valiosa é usar um gorro ou chapéu, cachecol ou até mesmo uma máscara que cubra o rosto e a boca, sem falar de luvas e calçados que sejam à prova d’água.



Veja também:   Quantas pessoas já morreram tentando fazer uma selfie?

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com