Conheça a história do homem que ficou mais de 1 ano sem se alimentar

0

A maioria das pessoas pode sobreviver sem se alimentar por pelo menos algumas semanas, talvez até um pouco mais que isso. Mas, eventualmente, não muito tempo depois o individuo morrerá de fome.

No entanto, os limites sobre o tempo que as pessoas podem sobreviver sem comer são complicados; Sem água, é um improvável que uma pessoa dure uma semana, mas a quantidade de tempo de inanição pode variar drasticamente de pessoa para pessoa. Veja a história de Angus Barbieri, um escocês de 27 anos que sobreviveu sem comer por 382 dias.

Por trás da história de Barbieri, existe toda uma documentação sobre o seu jejum, algumas velhos jornais contando sobre o seu jejum. O caso também chegou a ser relatado pelo “Postgraduate Medical Journal” em 1973, onde os médicos envolvidos descreviam suas experiências sobre o curioso caso de Barbieri.

De acordo com o relatório, mais de um ano antes, Barbieri entrou no Departamento Universitário de Medicina da Dundee Royal Infirmary, na Escócia, procurando ajuda. E segundo os médicos, Barbieri estava extremamente obeso, pesando 207 kg. Os médicos então o colocaram rapidamente em um jejum, pensando que isso iria ajudá-lo a perder algum peso, embora não esperassem que ele mantivesse o jejum por muito tempo.

Mesmo sendo bastante arriscado, já que jejuns com mais de 40 dias foram e ainda são considerados perigosos, ele continuou com o jejum, pois queria alcançar seu “peso ideal”, os 82 kg.

Para a surpresa dos médicos, ele seguiu sua vida diária, principalmente, em casa durante o o tempo do jejum, indo ao hospital para exames de rotina.

Testes regulares de açúcar no sangue, asseguraram os médicos de que ele realmente não estava comendo. E semanas se transformaram em meses.

Barbieri tomou vitaminas em várias ocasiões ao longo do jejum, incluindo suplementos de potássio e sódio. Ele também foi autorizado a beber café, chá e água gaseificada, que são naturalmente livres de calorias. Segundo Barbieri, durante as últimas semanas de seu jejum, ele ocasionalmente colocava pitadas de açúcar ou leite em seu chá.

No final do jejum, Barbieri estava pesando 81 quilos. Cinco anos mais tarde, ele ainda quase mantinha o peso que havia conquistado, pesando algo em torno dos 89 quilos.

Os limites do corpo humano

Angus Barbieri | Antes e Depois
Angus Barbieri | Antes e Depois

O jejum de Angus Barbieri é talvez o exemplo mais extremo de uma dieta de alimentos já registrada. Somente uma pessoa teria ficado mais tempo sem comer do que Barbieri; um homem chamado Dennis Galer Goodwin conseguiu ficar 385 dias em uma greve de fome para afirmar sua inocência de uma acusação de estupro.

Mas o extremo regime de Barbieri não é o único jejum a alcançar um longo tempo. Em 1964, pesquisadores publicaram um estudo observando que a “fome prolongada” poderia ser um tratamento eficaz para casos graves de obesidade, com pelo menos um paciente em jejum durante 117 dias.

Em certo ponto, essas histórias mostram a habilidade notável do corpo (pelo menos em alguns raros casos) de sobreviver fora de seus próprios estoques de gordura, desde que estes estoques sejam bastante abundantes em primeiro lugar.

Ainda assim, não se engane, esses tipos de dietas extremas podem ser mortais e há casos onde isso de fato aconteceu. Ninguém pode sobreviver sem energia, proveniente de alimentos e de estoques de gordura por muito tempo.

Embora, esses tipos de tratamento por fome tenham tido alguma popularidade nos anos 1960 e 1970, os médicos abandonaram totalmente esta estratégia, porque tinha grandes chances do paciente morrer.

Após um certo período de tempo, o corpo começa a queimar gordura e músculos, eventualmente, causando alterações físicas que aumentam drasticamente a chance de um ataque cardíaco fatal. E mesmo dietas de baixa caloria que fornecem nutrição insuficiente, também podem matar.

O que o caso de Barbieri nos mostra, é que o tempo que as pessoas podem viver sem se alimentar é algo bastante complexo.

Antes de sua primeira refeição após o jejum, Barbieri alegou que havia esquecido como era o sabor da comida.

Fonte



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com