Conheça a história do adolescente que criou um reator nuclear no quintal

0

A história de David Charles Hahn é um bom exemplo do que um adolescente nerd é capaz. Aos 17 anos, ele conseguiu montar um reator nuclear no quintal de sua casa, apenas estudando o funcionamento e se passando por um professor de física para conseguir informações sigilosas com a Comissão Reguladora Nuclear dos EUA. Mas sua história infelizmente não é das mais felizes.

Apaixonado por ciência desde muito novo, o jovem natural de Detroit, nos Estados Unidos, já lia livros de química de nível superior aos 12 anos de idade. Nessa época, ele conseguiu montar um pequeno, porém eficiente laboratório de química no porão de sua casa. Os equipamentos como tubos de ensaio e os materiais eram bancados com o dinheiro que ele ganhava entregando jornais e fazendo bicos.

O laboratório foi movido para um barracão no quintal de sua casa após uma experiência mal sucedida que quase colocou fogo na casa. Foi nesse barracão que Hahn, aos 17 anos, começou a construir um reator nuclear, apenas por diversão e curiosidade.

Se passando por um professor de física, ele conseguiu instruções para a montagem do reator com a Comissão Reguladora Nuclear dos EUA. Ele também conseguiu adquirir amostras de material radioativo, incluindo uma pequena porção de urânio comprada da Tchecoslováquia. Tudo isso em plenos anos 90, época em que a internet engatinhava. A montagem do reator demorou apenas 2 anos.

O fim da brincadeira

O reator nuclear funcionava, mas logo David começou a notar anomalias em suas medições e percebeu que o experimento poderia dar muito errado. Ele começou a desmontar o equipamento e enquanto carregava peças para fora da casa, alguns vizinhos acharam estranho e chamaram a polícia.

Veja também:   O que aconteceria se um drone batesse na asa de um avião?

O jovem descobriu então que a radiação de seu reator poderia estar afetando uma área com cerca de 40 mil habitantes. Após tudo ser esclarecido, Hahn ingressou na Marinha dos EUA com a intenção de trabalhar com tecnologia nuclear, mas não obteve sucesso. Serviu ainda como fuzileiro naval. Infelizmente, ele faleceu em 2016, aos 39 anos de idade. O motivo não tem relação com seu antigo reator nuclear: ele acabou sofrendo uma intoxicação alcoólica.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com