Coronavírus: macacos roubam sangue infectado de laboratório na Índia

0

A pandemia de coronavírus está gerando situações no mínimo inusitadas. Macacos roubaram sangue infectado com covid-19 de um laboratório na Índia.

Eles atacaram um dos trabalhadores do laboratório e saíram tranquilamente com as amostras, que seriam usadas em pesquisas para uma possível vacina. Um dos “meliantes” foi visto e parte do sangue foi recuperado.

As amostras de sangue infectado com coronavírus foram coletadas de três pacientes na cidade de Délhi, na Índia. O ataque dos macacos aconteceu próximo ao Meerut Medical College, com os macacos simplesmente furtando as amostras, sem ninguém conseguir impedir.

Um deles foi visto pouco tempo depois, nas imediações, mastigando um dos kits de coleta de sangue.

Alguns dos kits foram recuperados, mas o sangue dos pacientes precisou ser retirado novamente. Esses macacos são comuns na região de Délhi, mas com o isolamento, não só eles como outros animais estão passando a frequentar mais os ambientes urbanos, assim como em outros lugares do mundo.

Eles pertencem à espécie macaco-rhesus, que costuma interagir bastante com os humanos. Em “interagir”, leia-se roubar coisas, uma de suas atividades preferidas quando as ruas da cidade estão cheias, fora dos tempos de pandemia.

A orientação das autoridades de saúde é não alimentar ou brincar com os macacos, já que isso poderia causar uma mutação no coronavírus, causando problemas tanto para eles como para nós.

Ficha suja

Os macacos de Délhi possuem um longo histórico de roubos na região, desde antes da pandemia de coronavírus.

Eles são conhecidos por roubarem celulares, carteiras e principalmente comida dos habitantes mais distraídos que andam pela cidade sem se preocupar com o que tem nas árvores.

Eles também costumam invadir casas nas imediações em busca de comida e já chegaram a entrar até em prédios do governo, incluindo o Ministério da Defesa, onde fizeram muita bagunça.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com