Covid-19: a cidade brasileira que diminuiu infecções com lockdown ‘real’

0

A cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, foi uma das que mais sofreu com a alta da pandemia de Covid-19.

A solução foi um lockdown real, com absolutamente todos os comércios, lojas, empresas e escritórios fechados, algo como só vimos até agora fora do Brasil. A medida, considerada drástica e autoritária demais por alguns, surtiu efeito de forma muito positiva.

Localizada a 285 quilômetros da capital paulista, Araraquara é uma cidade com quase 240 mil habitantes. Depois das festas de fim de ano, no início de fevereiro, assim como ocorreu em todo o Brasil, o município passou a registrar uma alta alarmante nos casos de Covid-19 e nas internações.

O número de testes positivos saltou de 25% para 50% e as UTIs da cidade não tinham mais leitos.

Para piorar a situação, descobriu-se que cerca de 90% dos casos de Covid-19 em Araraquara eram relativos à variante P1, a chamada variante de Manaus do vírus, que é muito mais contagiosa e afeta mais a população mais jovem.

Com a população entrando em pânico, a prefeitura optou por realizar um lockdown.

Dessa forma, todo e qualquer serviço que não fosse relacionado à área da saúde foi fechado. O transporte público na cidade foi paralisado e mesmo supermercados não podiam abrir, funcionando apenas com delivery.

Alguns comerciantes chegaram a fazer manifestações contra o lockdown, mas os resultados nas semanas seguintes mostraram que a decisão foi acertada.

Início de melhora após o lockdown

Com pouco mais de uma semana em um lockdown rígido, nos moldes europeus, a Secretaria de Saúde de Araraquara começou a divulgar dados animadores.

A média de infecções diárias por Covid-19, que estava entre 180 e 200 pessoas por dia, caiu para algo entre 60 e 85. Embora a taxa de internações e ocupação das UTIs siga alta, os números mostram que o lockdown, feito do jeito certo, é eficiente.

A prefeitura de Araraquara afirma que caso os números voltem a subir, novas medidas mais duras serão anunciadas. Por enquanto a cidade segue o Plano São Paulo, proposto pelo governo estadual a todos os municípios.

O exemplo de Araraquara pode ser útil para todo o país enquanto a campanha de vacinação não atinge as metas necessárias.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com