Covid-19: vacina da Pfizer neutraliza variante Ômicron após terceira dose

0

A Pfizer confirmou que sua vacina contra a Covid-19 consegue neutralizar a variante Ômicron do novo coronavírus após a aplicação da terceira dose.

  • Moda para celebrar todos os estilos, com ofertas imperdíveis e opções de frete grátis? Confira esse GUIA DE PRESENTES de Natal com preços inacreditáveis. Clique aqui.

Essa é a variante que mais preocupa as autoridades de saúde no momento, por possuir uma capacidade de infecção maior do que as outras, embora não seja necessariamente mais mortal, segundo dados obtidos nas últimas semanas.

De acordo com boletins oficiais da Pfizer e da BioNTech, as fabricantes de uma das vacinas mais populares do mundo contra a Covid-19, as duas doses iniciais não seriam suficientes para lidar com a nova variante.

No entanto, a aplicação de uma terceira dose aumenta a quantidade de anticorpos em aproximadamente 25 vezes, o que garante proteção contra a Ômicron.

As empresas estão trabalhando ainda em uma vacina específica contra a nova variante, com a intenção de combate-la de maneira mais focada, evitando que se dissemine e dê origem a novas variantes.

A vacina contra a Ômicron estaria disponível já em março de 2022 e pode ser uma arma ainda mais efetiva no combate à pandemia de Covid-19, que está prestes a entrar em seu terceiro ano.

A Pfizer enfatiza ainda que, no momento, a terceira dose da vacina é a maneira mais segura de se manter protegido contra a infecção de qualquer variante conhecida da Covid-19. Em novembro de 2021, foi aprovada a inclusão da terceira dose na bula da vacina da Pfizer/BioNTech.

A variante Ômicron

A variante B.1.1.529, mais conhecida como Ômicron, é a principal preocupação das autoridades de saúde no momento em relação à pandemia.

Ela foi descoberta na África do Sul, mas há indícios de que já circulava na Europa, mais especificamente na Holanda, meses antes de ter sido descoberta.

A Ômicron apresenta mais mutações do que todas as outras variantes conhecidas, especialmente na proteína spike, o mecanismo usado pelo vírus para se conectar às células do corpo humano.

O Brasil registrou poucos casos desta variante até o momento, mas sabe-se que ela tem a capacidade de se espalhar com muita rapidez, mesmo entre os vacinados, embora não seja particularmente letal.



  • Moda para celebrar todos os estilos, com ofertas imperdíveis e opções de frete grátis? Confira esse GUIA DE PRESENTES de Natal com preços inacreditáveis. Clique aqui.

Deixe um Comentário

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com