Visível no Brasil, 1° eclipse solar de 2017 acontece no domingo de carnaval

1

Parece que o tão falado domingo de carnaval (26/2) não contará somente com festas, desfiles e blocos de rua. Para dar um toque adicional a essa data festiva, ocorrerá o primeiro eclipse solar anular de 2017.

E uma boa notícia a muitos brasileiros: o fenômeno, raro por sua estreita zona de observação, poderá ser visto em boa parte do país ao longo da manhã e deve durar pouco mais de uma hora.

Por volta das 10h45 de domingo (26), até às 12h30, a Lua passará na frente do Sol. Os privilegiados para a visualização do evento serão os moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, bem como estados do Nordeste próximos ao Sudeste, como a Bahia.

Por outro lado, o eclipse não proporcionará uma visão tão fantástica no Brasil. Para nós, apenas uma pequena parte do Sol ficará coberta. O fenômeno só poderá ser observado com perfeição para quem estiver no sul da Argentina e do Chile, assim como em partes específicas do Atlântico e na região centro-sul da África.

Sobre o evento

desenho

O eclipse anular ocorre quando o disco da lua não aparece com tamanho suficiente para encobrir todo o Sol, deixando um enorme “círculo de fogo” sobre o céu.

Em uma entrevista ao site da revista “Exame”, a pesquisadora Josina Nascimento, da Coordenação de Astronomia e Astrofísica do Observatório Nacional, disse que o evento é “raro” por “incidir em faixas muito estreitas do planeta”. “Todo ano temos ao menos um eclipse solar anular, mas como ele é visto em poucos lugares, tem gente que nunca o viu”, afirmou.

  Bocejo: por que tão contagiante e por que isso importa?

A pesquisadora complementa: “Os eclipses da Lua e do Sol sempre acontecem em datas próximas. Tivemos um eclipse lunar em 10 de fevereiro e agora um do Sol. Isso não é coincidência”.

O eclipse solar só ocorre quando a Lua, sempre em fase de Lua Nova, está alinhada com o Sol e a Terra. Para quem mora no Nordeste e não poderá acompanhar o evento de domingo, não desanime, outro eclipse solar está previsto para acontecer em agosto deste ano e será visível no Brasil apenas na região Nordeste.

A previsão de eclipses ocorre desde 2.500 anos antes de Cristo na antiga Babilônia e China, através da observação de diversos cálculos. “A astronomia foi a mãe das ciências porque olhar o céu é algo fantástico”, afirma a pesquisadora.

Como posso vê-lo?

observando o eclipse

Muito cuidado na hora de tentar observar o eclipse. Diferente da Lua, fixar o olhar no Sol pode ser muito perigoso durante o evento astronômico. Usar apenas filme de raio X ou óculos escuros não é o suficiente.

Se você não conseguir acompanhar o fenômeno com um telescópio protegido de raios ultra-violeta (o adequado), será possível observá-lo via internet. Claro que não será a mesma coisa presenciar o raro evento por uma tela, mas é mais seguro.

 



Discussão1 Comentário

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com