Facebook cria sistema que ‘dá nota’ aos usuários para combater notícias falsas

0

Para combater a disseminação de notícias falsas (‘fake news’) em sua plataforma, o Facebook criou um novo sistema que dá ‘notas de confiança’ a seus usuários, em uma escala que vai de zero a um.

O sistema, no entanto, não é como um ‘placar geral’ do usuário. Ele mede apenas se a pessoa, quando avisa que está vendo uma publicação falsa na plataforma, está agindo de boa fé ou se usa em seu interesse a funcionalidade, criada pela rede social para coibir abusos.

“Não é incomum que algumas pessoas nos digam que algo é falso só porque discordam de sua premissa ou que estejam tentando especificamente atingir um jornal ou veículo de imprensa”, disse Tessa Lyons, gerente de produto do Facebook, encarregada de lutar contra a desinformação, em uma entrevista ao jornal americano ‘The Washington Post’, que divulgou primeiro a notícia.

A forma como a publicação noticiou a funcionalidade, como se ela fosse um sistema de ‘reputação’ dos usuários, como ocorre em serviços como Uber, provocou protestos da rede social. “O que fazemos é um processo para proteger nossa comunidade de pessoas que denunciam de forma indiscriminada conteúdos como sendo falsos, para burlar as regras”, disse um porta-voz da empresa, em nota.

Caixa-preta

A medição de comportamentos via algoritmos não é algo novo entre as empresas de tecnologia – e, com auxílio de inteligência artificial, têm sido uma resposta do Vale do Silício a problemas como a interferência russa nas eleições americanas e a disseminação de notícias falsas.

Por outro lado, esses sistemas são como caixas-pretas, cujos detalhes não são explicados pelas empresas, o que traz desconfianças.

Facebook se desculpa por balões em posts sobre terremoto na Indonésia

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com