Instagram é a pior rede para saúde mental dos jovens; YouTube é a melhor

0

Uma pesquisa da Sociedade Real para Saúde Pública do Reino Unido considerou o Instagram a pior rede social para a saúde mental dos jovens. O estudo afirmou que “as redes sociais podem estar alimentando uma crise de saúde mental” entre pessoas de 14 a 24 anos.

Durante o trabalho, 1.479 jovens tiveram que avaliar aplicativos populares como YouTube, Twitter, Snapchat e Facebook em categorias como ansiedade, depressão, solidão, bullying e imagem corporal. Ao computarem os dados, o Instagram, rede social voltada principalmente para o compartilhamento de imagens, foi o com a pior avaliação, seguido pelo Snapchat.

O YouTube, em contrapartida, foi considerado a melhor rede para ajudar na saúde psicológica dessa faixa etária. Twitter e Facebook também foram apontados como positivos nesse aspecto.

Em entrevista para a BBC, a executiva-chefe da organização responsável pelo estudo disse que é interessante ver Instagram e Snapchat nas piores posições para saúde mental e bem-estar. “Ambas as plataformas são bastante focadas em imagem e parecem causar sentimentos de inadequação e ansiedade nos jovens”.

Muitas organizações de saúde mental já pediram para os desenvolvedores de aplicativos aumentarem a segurança dos usuários. O próprio estudo sugere que as redes sociais avisem por meio de pop-ups quando o uso da rede estiver sendo excessivo e que identifiquem usuários com problemas de saúde mental.

O Instagram, em resposta à rede BBC, disse que manter a plataforma segura e solidária para os jovens era uma de suas prioridades. O aplicativo de imagens disse oferecer informações e mecanismos para o jovem saber como lidar com bullying, além de disponibilizar avisos sobre conteúdos potencialmente nocivos de algumas páginas.

  Pesquisa encontra milhões de fungos e bactérias em escovas de dente

No entanto, nem tudo é negativo sobre o aplicativo. A pesquisa apontou que o Instagram teve um efeito bom no que tange a questões de auto expressão e auto identidade dos jovens.

Fonte: Estadão Conteúdo

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com