Jovem com síndrome de Down se torna modelo e faz sucesso na web

0

A síndrome de Down é um distúrbio causado por um cromossomo 21 adicional presente na genética humana. Pessoas com essa condição podem ter dificuldades de cognição e no desenvolvimento físico, além de aparência facial.

Nada disso impede, porém, que pessoas com síndrome de Down se socializem e sejam importantes em seus contextos. Quem tem essa condição tem mais características em comum do que diferentes do resto da população.

Sabe-se que pessoas com síndrome de Down sofrem preconceito, especialmente com relação ao aspecto físico. No entanto, a jovem australiana Madeline Stuart, de 19 anos, superou muitos paradigmas e, mesmo com o distúrbio, trabalha como modelo profissional.

01

Antes mesmo de chegar aos 20 anos, Madeline Stuart já desfilou duas vezes na New York Fashion Week, um dos eventos de moda mais importantes do mundo. A modelo conquistou tanta atenção com seus feitos nos últimos tempos que, hoje, ela tem mais de 140 mil seguidores na rede social Instagram, conta com mais de 600 mil fãs no Facebook e aparece com frequência na mídia.

Madeline Stuart trabalha para a Manifesta, grife que produz roupas esportivas para mulheres com todos os tipos de corpos. “Nossas visões de mundo têm muito em comum. Assim como Madeline tenta mudar a noção das pessoas sobre como uma modelo deve ser, nós tentamos provar que toda mulher, com todo tipo de corpo, pode ficar estilosa”, afirmou a empresa, em nota, após fechar contrato com Madeline.

02

A história

Disposta a ficar saudável, Madeline Stuart emagreceu cerca de 20 kg, durante um período razoavelmente curto, para começar a dançar. Mais segura de si, a jovem disse à mãe, enquanto elas estavam em um evento de moda, que gostaria de ser modelo.

A mãe afirma que, apesar de saber de que é difícil se tornar uma modelo, logo soube que a filha faria algo especial. Depois de alguns ensaios fotográficos e uma participação na New York Fashion Week, Madeline Stuart e a mãe viajaram para os Estados Unidos, Suécia e Rússia em busca do sonho.

03

Conseguiram. Madeline Stuart participou novamente da New York Fashion Week, ficou conhecida mundialmente e assinou o contrato com a Manifesta. Em seu perfil no Instagram, Madeline afirma ser a única modelo profissional com síndrome de Down em todo o mundo. Mesmo que não seja a única, ela seria uma das únicas – o que já é uma conquista incrível.

Além de trabalhar como modelo, Madeline Stuart é integrante e fundadora do projeto InsideOutside Dance Ensemble. A ação ajuda jovens com distúrbios diversos a revelarem seus talentos.

insideoutside

O que Madeline acha de tudo isso?

Em entrevistas, Madeline Stuart se mostra muito consciente do que faz. Além disso, ela tem uma opinião muito bem formulada sobre o mundo em que vive, muitas vezes repleto de preconceitos e estereótipos.

04

Veja algumas declarações de Madeline Stuart:

“Espero que a gente comece a focar em nossa beleza interior, em nosso meio ambiente, em nossa saúde e em nosso bem-estar. Espero que, com o tempo, a gente aprenda a amar a nós mesmos.”

“Acredito que, quando estivermos em 2040, mulheres serão representadas como elas devem ser – como pessoas bonitas de todos os tipos e tamanhos. Não será apenas a mais alta ou a mais magra, que são retratadas pela mídia, mas normais, pessoas do dia-a-dia.”

“Vou continuar fazendo o que amo, ajudando pessoas e trabalhando como modelo. Não quero parar ainda, pois estou me divertindo muito. Queria começar a fazer trabalhos na televisão se possível e minha mãe e eu vamos começar a viajar e dar palestras motivacionais e de modelos juntas.”

05

06

07



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com