Luz azul ajuda na redução da pressão arterial, diz estudo

0

Um novo estudo mostrou que a luz azul possui um efeito inesperado e bastante eficiente na redução da pressão arterial em seres humanos. Aparentemente esse é apenas um dos benefícios dessa cor específica de luz, que segundo os testes realizados, possui uma eficácia similar a da maioria dos medicamentos usados para baixar a pressão arterial de pessoas hipertensas.

A pesquisa foi realizada por cientistas das universidades de Surrey, no Reino Unido e Heinrich Heine, em Düsseldorf, na Alemanha. Nos testes, voluntários foram submetidos a 30 minutos de luz azul em todo o corpo, tudo feito de forma absolutamente segura, já que a luz azul visível não é carcinogênica, como a ultravioleta. Em um dos dias de teste foi usada uma luz comum, fria, para determinar com mais clareza o efeito das luzes azuis.

Os voluntários tiveram várias informações monitoradas durante as sessões de luz azul, como pressão arterial, rigidez das artérias, dilatação dos vasos sanguíneos e armazenamento de óxido nítrico no plasma do sangue. Medições também foram feitas antes e até duas horas depois das sessões de luz azul. Os cientistas não observaram nenhuma alteração nessas informações quando a luz comum foi usada, mas as luzes azuis se saíram surpreendentemente bem.

Segundo os pesquisadores, a luz azul foi responsável por uma diminuição de até 8 mmHg na pressão arterial dos voluntários, resultado semelhante ao da maioria das drogas usadas no tratamento de hipertensão. Os outros aspectos medidos do sistema cardiovascular também apresentaram uma melhora substancial.

Veja também:   Cientistas detectam a colisão de buracos negros mais forte já registrada

Vesti azul, minha sorte então mudou

Os cientistas acreditam que a luz azul faça com que o óxido nítrico seja enviado da pele para a corrente sanguínea, sendo assim a responsável por todos os efeitos benéficos. “A exposição à luz azul fornece um método inovador para controlar com precisão a pressão arterial sem drogas. Fontes de luz azuis que podem ser vestidas podem tornar a exposição continuada à luz possível e prática”, explica Christian Heiss, professor de medicina cardiovascular da Universidade de Surrey.

A luz azul já era conhecida pela ciência por seus efeitos psicológicos, relacionados a melhora de humor e outros benefícios. Lâmpadas azuis instaladas em estações de trem no Japão são consideradas as responsáveis por uma diminuição de 84% nos suicídios ocorridos nesses locais nos últimos 10 anos.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com