Maior serial killer do Brasil deixa a prisão, vira youtuber e comenta crimes

0

Você, por acaso, já escutou a falar a respeito de Pedrinho Matador? Caso você não o conheça, saiba que esse apelido não é brincadeira: ele é considerado o maior serial killer do Brasil, com mais de 100 assassinatos em seu “currículo”. Após ficar décadas preso, o assassino garante que agora, ele só quer paz e até mesmo se tornou youtuber.

Pedrinho Matador possui, atualmente, 64 anos de idade, mas cometeu seu primeiro assassinato ainda na adolescência. Ele passou a maior parte de sua vida adulta preso por conta de seus crimes e matou a maior parte de suas vítimas enquanto estava preso. O assassino em série não poupou nem mesmo seu pai, após ele ter matado sua mãe com golpes de facão.

Diferente de muitos assassinos em série, Pedrinho Matador era, na verdade, uma espécie de vingador, segundo as palavras de Ilana Casoy, uma das maiores especialistas em serial killers no Brasil, já que ele matava aqueles que não seguiam o código de ética criado em sua mente.

“Quando alguém desobedece o código de ética dele, ele tem soluções muito próprias e que não seguem a lei”, explicou.

O serial killer está em liberdade há sete meses, e já adiantamos que não há motivo para se preocupar com isso. Ele garante que quer uma vida mais tranquila e de paz, tanto que já está escrevendo um livro e produzindo um documentário a respeito de sua vida, que será dirigido por Bruno Santana e deve estar pronto por volta do mês de fevereiro.

Pedrinho Matador, que agora, pede para ser chamado apenas de Pedro, já disse que após ficar tanto tempo preso, ainda está tendo de se adaptar com vida de liberdade. Mas ele já se acostumou com algo que é mais do que popular nos dias de hoje: com a ajuda do amigo Pablo Silva, o serial killer se transformou em um, digamos, youtuber.

Seu canal já tem 28 mil inscritos e 2,5 milhões de visualizações. Nos seus vídeos, Pedrinho Matador costuma comentar crimes que aconteceram recentemente, como o caso da estudante Rayane Alves, assassinada em outubro.

“São crimes que revoltam a gente, cheios de mentira, acabando com a felicidade de uma pessoa. Essa jovem, por que o segurança foi fazer aquilo com ela? Ele tem família, mulher linda, filho. O diabo faz a panela, mas esquece de fazer a tampa. Tudo é descoberto”, afirmou Pedrinho, em um de seus vídeos.

O serial killer garante que não se arrepende dos assassinatos que cometeu, mas sim de ter entrado na vida de crime. Por conta disso, passou um conselho para os mais jovens.

“O crime não é brincadeira. Muitos estão entrando por verem os galhos (uma comparação com dinheiro), não a raiz (algo como a prisão e mortes). É como o diabo: dá com uma mão e tira com a outra. Tem muitos jovens que entram e, quando querem sair, já é tarde demais”, disse.

Confira abaixo um dos vídeos feitos por Pedrinho Matador. Clique aqui para acessar a página do canal.



Veja também:   Roger, o canguru maromba, morre na Austrália aos 12 anos

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com