Mitos: 10 personalidades míticas que realmente existiram

0
página 1 de 2

As pessoas modernas são céticas por natureza. Talvez seja porque nós crescemos lendo, ouvindo e assistindo histórias fantásticas, apenas para descobrir que o mundo real não é tão emocionante. Monstros não são reais. A magia não é real. Papai Noel, o coelhinho da Páscoa e Hanukkah Hank.

Mas só porque o Papai Noel não é um elfo mágico, isso não significa que não havia um indivíduo da vida real que fez alguns presentes e os distribuiu. Vamos dar ao nosso ceticismo uma dose de realidade e dar uma olhada em 10 mitos que realmente existiram – ou tiveram equivalentes no mundo real.

Confira:

10) Dragões

Dragão

Teorias sobre o que inspirou histórias de dragões incluem crocodilos perdidos e ossos de dinossauros, mas não podemos chamar esses dragões de reais, porque os seres humanos nunca se encontraram com dinossauros, e os crocodilos são muito pequenos. É aí que o Megalania aparece, um antigo parente do Dragão de Komodo que aterrorizou os aborígines da Austrália. Ela cresceu para comprimentos de até oito metros e pesava até 1,9 toneladas. Sua saliva venenosa deixava o sangue mais fino, fazendo suas vítimas sangrarem até a morte.

9) Hobbits

Hobbits

As escavações de uma caverna de calcário, na ilha indonésia de Flores, descobriram um esqueleto de três metros de altura com um crânio de um terço do tamanho de um ser humano normal, um hobbit. Os pesquisadores descobriram os ossos de nove pessoas, o mais novo dos quais remonta cerca de 12.000 anos. Eles também encontraram ferramentas e outros sinais de civilização. Há céticos que acreditam que os hobbits são simplesmente seres humanos que sofriam de uma condição de crescimento inibidora como microcefalia, mas a opinião popular entre os cientistas é que os hobbits são uma espécie separada, como os neandertais que compartilharam um ancestral comum com os humanos. Além disso, a Indonésia tem vulcões ativos que você poderia, por exemplo, jogar um anel dentro, se fosse preciso…

  9 equívocos históricos que são realmente verdadeiros

8) Kraken

Kraken

O Kraken é acreditado extensamente ter sido inspirado por uma lula gigante. Isso é um pouco decepcionante, não é? Com olhos como bolas de praia, uma lula gigante é grande, com certeza, mas falta-lhe uma certa… monstruosidade. Não é algo que nós poderíamos ver rasgando um barco ao meio.

Recentemente uma Lula Gigante foi descoberta no Oceano Antártico. Estima-se em cerca de 14 metros de comprimento e seu bico e os olhos são maiores do que a de uma lula gigante. O que o diferencia de outras lulas: seus membros são revestidos com ganchos afiados, alguns que giram e outros que têm três pontos. Isso, sim, poderia fazer algum dano.

7) Guerreiras amazonas

Guerreiras Amazonas

Você sem dúvida já ouviu falar das tribos Amazonas – guerreiras exclusivamente femininas e ferozes. O historiador grego Heródoto escreveu sobre o destino das Amazonas, dizendo que elas foram capturadas, relocadas, venceram seus captores, tornaram-se náufragos, e depois acabaram na Eurásia, onde lutaram contra os citas. Pensando que as Amazonas seriam esposas fortes, os homens citas decidiram lutar a próxima batalha no campo do amor. As amazonas – com número bem reduzido eventualmente – concordaram em casar com os citas desde que suas filhas fossem incentivadas a continuar a tradição da mulher guerreira.

Heródoto é conhecido por embelezar a história, por isso é melhor não acreditar nele, a menos que esteja apoiado por evidências arqueológicas. E está. Túmulos antigos descobertos na Eurásia revelam que uma boa parte das mulheres citas tinham ossos danificados pela guerra, e que elas eram enterradas com espadas, arcos, punhais e outros “alimentos básicos” de um guerreiro.

  Conheça a história do homem que ficou mais de 1 ano sem se alimentar

6) Lobo gigante

Lobo gigante

O lobo gigante tem aparecido em muitos jogos de RPG, e talvez você já leu (ou viu) sobre eles mais recentemente na série Game of Thrones. Na vida real, os lobos gigantes existia ao lado do homem primitivo e a mega-fauna na Idade do Pleistoceno. Eles eram maiores do que o lobo médio, mais fortes, e tinham dentes afiados.

Mas quando a mega-fauna começou a se extinguir, lobos gigantes perderam sua principal fonte de alimento. Eles eram muito lentos para caçar as presas menores que lobos cinzentos modernos deleitavam-se, o que os obrigou a se tornar catadores, algo que eles não foram realmente construídos para fazer. Eventualmente, eles morreram.

Continue a ver os demais mitos: clique no botão “Próxima página” para prosseguir

página 1 de 2



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com