Mulher matou e esquartejou filho recém-nascido, conclui perícia

0

A Polícia Civil, do Rio de Janeiro, indiciou uma mulher presa em flagrante por crime de homicídio qualificado após atentado contra o próprio filho recém-nascido.

O crime ocorreu nesta terça-feira (11) em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio. Os exames da perícia apontam que o bebê foi esquartejado até a morte pela própria mãe, desmentindo a versão dos investigadores que cogitaram um ataque animal.

A mulher, Maurilia de Carvalho Sousa, foi encontrada em uma residência a cerca de 500 metros do local em que a criança – que estava com o cordão umbilical e teve os membros arrancados – foi encontrada.

De acordo com o delegado e diretor da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI), Bruno Cleuder de Melo, a ideia de Maurilia era dificultar a investigação contra o crime.

De Melo ainda afirma que os exames do Instituto Médico Legal (IML) apontam que a mulher foi a responsável por desmembrar braços e pernas do recém-nascido. “O perito concluiu que o esquartejamento do bebê foi feito após a morte”, diz.

A gente esperou o laudo para confirmar se o feto nasceu com vida ou não, mas como o perito concluiu que nasceu com vida, ela foi colocada no crime de homicídio qualificado com emprego de asfixia, porque nosso perito concluiu que a morte se deu por asfixia.”

A investigação da Polícia Civil conclui que a moça deu à luz dentro da própria casa e a localização foi feita por meio do rastro de sangue encontrado no chão. Além disso, as autoridades encontraram a mãe da moça lavando o quintal sujo para disfarçar.

Até o momento, ainda não há informações do enterro do recém-nascido e nem se sabe se a mãe de Maurilia responderá por algum crime.



Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com