NASA diz ter evidências de que o Planeta Nove existe

0

Em um novo comunicado, a NASA garante ter informações e dados que sugerem que é difícil imaginar o nosso sistema solar sem a presença do suposto Planeta Nove.

Acredita-se que o corpo celeste pode ser 10 vezes mais massivo que a Terra e que ele estaria localizado nos limites de nosso sistema solar, a uma distância que é 20 vezes maior que a registrada entre o sol e Netuno. Por mais que ainda tenha de ser encontrado, astrônomos descobriram diversas características no nosso sistema solar que apontam a presença do Planeta Nove.

“Agora existem cinco diferentes linhas de evidências observacionais que apontam a existência do Planeta Nove. Se removermos essa explicação e imaginar que o Planeta Nove não existe, você gera mais problemas do que soluções. De repente, temos cinco quebra-cabeças diferentes, e você precisa apresentar cinco diferentes teorias para explicá-los”, afirmou Konstantin Batygin, astrofísico do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech).

Em 2016, Batygin e Mike Brown, outro membro da Caltech, publicaram um estudo em que observaram as órbitas elípticas de seis conhecidos objetos que ficam no Cinturão de Kuiper, uma distante região de corpos congelados que vai de Netuno até 50 Unidades Astronômicas do Sol (1 UA é o equivalente da distância entre a Terra e o Sol).

A pesquisa revelou que esses objetos tinham órbitas elípticas que apontavam para a mesma direção e tinham uma inclinação de 30 graus, se comparado com o plano em que os oito planetas do sistema solar estão.

Desde então, astrônomos encontraram novas evidências sobre a existência do Planeta Nove. Com a ajuda de Elizabeth Bailey, também da Caltech, a equipe mostrou que a influência do corpo celeste pode ter resultado na inclinação dos demais planetas do sistema solar. Isso explicaria por que a zona em que eles orbitam o Sol possui uma inclinação de seis graus, se comparado com o Equador da estrela.

Além disso, os pesquisadores conseguiram demonstrar como que a presença do Planeta Nove pode explicar por que objetos dentro do Cinturão de Kuiper orbitam a direção oposta de qualquer outra coisa no sistema solar.

Os pesquisadores agora planejam utilizar um telescópio, localizado no Havaí, para tentar encontrar o Planeta Nove e deduzir de onde que esse misterioso mundo surgiu.

Além disso, o planeta seria a suposta “super Terra” de nosso sistema solar, que costumam ser encontrados ao redor de outras estrelas. Planetas desse tipo são rochosos e são maiores que a Terra, mas menores que Netuno.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com