Nuvens estão mudando graças às alterações climáticas

0

As nuvens estão presentes na cultura popular desde que os seres humanos se constituíram em sociedade. Quem nunca se pegou observando o céu e imaginando o que cada formato de nuvem corresponde?

Importantes para a vida na Terra, as nuvens transportam a chuva para, praticamente, todas as regiões do planeta. Elas colaboram para manter a temperatura em uma faixa possível de se habitar. Além disso, seu monitoramento permite a previsão do tempo.

Apesar de sua importância para a temperatura na Terra, as nuvens estão sofrendo mudanças justamente devido às alterações climáticas. As mutações, de distribuição global e características, podem causar um impacto ainda maior do aquecimento global no planeta.

Um estudo feito com satélites pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, apontou que a nebulosidade em zonas temperadas de latitude média da Terra foram reduzidas. São trechos que estão entre os polos e os trópicos, em ambos os hemisférios.

Em todos os lugares estudados, os topos das nuvens se elevaram. Dados de mais de duas décadas foram considerados para entender o aumento da distância dos topos. “O comportamento combina com o aumento da emissão de gases de efeito estufa, causada pelo ser humano”, disse, em comunicado, a Universidade da Califórnia.

Apesar da conexão com o aquecimento global ser dada como certa, ainda não se sabe os motivos exatos pelos quais aconteceram as alterações nas nuvens. Segundo informou a Universidade da Califórnia, em nota, essa é uma área de muitas incertezas e preocupações.

Veja também:   Por que os ouvidos doem em viagens de avião - e como amenizar isso

Vulcões vs. nuvens

Duas grandes erupções vulcânicas também tiveram importância na alteração das nuvens: a do El Chicon, no México, em 1982, e do Monte Pinatubo, nas Filipinas, em 1991.

Curiosamente, apesar de estarem relacionados ao calor, os vulcões geraram um efeito reverso: o de resfriamento global. Isso aconteceu em função das cinzas, que refletem a luz solar.

O resfriamento foi de curto prazo, mas proporcionou um efeito significativo às nuvens. Os cientistas acreditam que, com novas erupções desse porte, será possível amenizar o aquecimento. Caso contrário, os gases estufa continuarão a exercer poder.

Consequências

As nuvens não só regulam a temperatura da Terra por meio das chuvas. Elas refletem parte da radiação solar ao espaço antes que chegue à superfície.

Além disso, as nuvens também são importantes para o nosso período noturno. Funcionam como uma espécie de cobertor, para que não se perca muito calor no planeta.

Todos esses pontos serão um pouco minimizados com o tempo. Ou seja, há regiões da Terra que podem ficar mais quentes durante o dia e mais frias à noite.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com