Winter is coming? Como será a onda de frio no Brasil essa semana

0

O Brasil está prestes a receber uma onda de frio que pode entrar para a história, com as temperaturas mais frias do país em quase 3 décadas.

Como de costume, os estados da região sul devem sofrer mais, com temperaturas baixando dos zero graus com facilidade em partes das serras gaúcha e catarinense, mas até mesmo estados como o Rio de Janeiro podem enfrentar muito frio.

Diversas capitais, de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a Vitória, no Espírito Santo, devem sentir a onda de frio com bastante intensidade.

Em toda a região metropolitana de São Paulo, episódios de geada são esperados, bem como as temperaturas mais baixas na cidade desde 1994. Até mesmo plantações podem ser afetadas pelo frio extremo que está sendo esperado.

A parte boa, para quem não gosta do frio, é que os meteorologistas estimam que essa seja a última onda de frio de 2021. A partir de agosto, normalmente as temperaturas começam a aumentar lentamente, com a aproximação do fim do inverno.

Dessa forma, as massas de ar polar que vêm pela Argentina não costumam ter tanta força para baixar drasticamente as temperaturas no país.

Essa é a terceira massa polar de grande porte a atingir o Brasil neste ano, e certamente é a maior e mais importante delas. Mas o contraste do inverno rigoroso incomum com o verão severo que o hemisfério norte está enfrentando mostra que há algo de errado nessa história.

Sabia que leitor do Acredite Ou Não tem desconto de até 70% e frete grátis na primeira compra em itens de vestuário em ponta de estoque? Tem roupas, calçados, acessórios e muito mais! Para garantir, basta realizar a compra através deste link.

Onda de frio: aquecimento global, sempre ele

Pode parecer um clichê ou lugar comum colocar a culpa desses fenômenos climáticos no aquecimento global, mas é exatamente essa a verdade.

No caso de uma onda de frio como a que está prestes a chegar, pode parecer ainda mais estranho, mas é preciso lembrar que as mudanças climáticas causam extremos nos dois lados do termômetro, e não necessariamente só calor.

Basta ver os efeitos que devem ser sentidos em locais como o sul do Amazonas, Acre e Rondônia, regiões conhecidas por serem quentes, mas que devem ter queda brusca de temperatura nos próximos dias.

Isso é um claro sinal do equilíbrio sendo afetado pelas mudanças climáticas, por mais que uma onda de frio seja esperada no inverno.

inverno



Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com