Os 10 maiores hackers da história

3

Quando pensamos em hackers, logo pensamos em gênios da tecnologia capazes de roubarem milhões de dólares ou dispararem mísseis reais como se estivéssemos em um videogame.

Pode ser assim mesmo, apesar de existirem hackers benignos. Há sujeitos, porém, que deram prejuízos de milhões de dólares e causaram muita dor de cabeça para governos pelo mundo.

Veja agora os 10 maiores hackers do mundo:

1. Kevin Mitnick

Kevin Mitnick é um dos mais conhecidos Hackers da história
Kevin Mitnick é um dos mais conhecidos hackers da história

Kevin Mitnick já foi o mais procurado criminoso cibernético no mundo. Ele tinha uma obsessão com computadores que o levou a hackear por dois anos e meio seguidos. Neste período, ele roubou milhões de dólares de segredos corporativos da IBM, Motorola, empresas de telecomunicações e até mesmo o sistema de alerta da Defesa Nacional. Ele foi pego duas vezes e preso, mas agora ele é um consultor de segurança do computador.

2. Vladimir Levin

Hacker Vladimir Levin
Hacker Vladimir Levin

Vladimir Leonidovitch Levin é um hacker russo com status de gênio. Em 1994, enquanto trabalhava com uma conexão discada e um laptop em seu apartamento em San Petersburgo, ele acessou as contas de várias megaempresas de clientes do Citibank roubando US$ 10,7 milhões.

Levin passou três anos na cadeia. No entanto, em 2005, o grupo de hackers Anonymous alegou que eles foram os grandes responsáveis ​​pelo roubo e que venderam para Vladimir os dados necessários para roubar o dinheiro.

3. Mathew Bevan e Richard Pryce

A dupla de hackers Mathew Bevan e Richard Pryceinvadiram computadores militares
A dupla de hackers Mathew Bevan e Richard Pryce invadiu computadores militares

Em 1996, Mathew Bevan e Richard Pierce tinham 21 e 17 anos, respectivamente, quando eles invadiram computadores militares. No estilo do clássico “Jogos de Guerra”.

Veja também:   Celulares escutam nossas conversas? Veja o que esse estudo diz

Eles não só invadiram computadores militares dos Estados Unidos, mas especialistas chegaram a pensar que também poderiam ter invadido os sistemas norte-coreanos. E quem assistiu a “Jogos de Guerra”, sabe que só de pensar nisso, já dá para começar uma guerra.

4. Michael Calce, conhecido como Mafiaboy

Michael Calce foi um hacker canadense, responsável por uma série de ataques cibernéticos de alto impacto no ano 2000. Ele deu o nome de seu ataque como Projeto Rivolta, que significa “motim” em italiano e foi um ataque distribuído de negação de serviço que derrubou grandes sites como Yahoo, FIFA, Amazon, eBay , CNN, Dell, entre outros.

Ele foi pego depois de se gabar sobre os ataques em uma sala de bate-papo IRC e pegou oito meses de prisão. Criminoso que se gaba, geralmente, tem vida curta!

5. Adrian Lamo

Adrian Lamo é mais conhecido por invadir grupos como Yahoo, Bank of America, Citigroup, The New York Times e Microsoft. Mas a maneira como ele fez isso é que o tornou famoso: ele usou conexões de internet públicas como livrarias e cyber cafés para realizar seus trabalhos.

Devido a esse estilo ele foi nomeado como o ‘hacker sem-teto’. Em 2004, depois de ser pego, ele recebeu seis meses de prisão domiciliar, e teve que pagar US$ 65 mil em restituição.

6. Jeanson James Ancheta

Jeanson James Ancheta foi o primeiro hacker a criar uma botnet: um grupo de computadores sequestrados que trabalham juntos para causar o caos. Em 2004, ele começou a trabalhar com botnets rxbot, um worm de computador que pode espalhar a sua rede de computadores infectados o que lhe deu o controle em mais de 500 mil computadores, incluindo PCs militares dos EUA.

Veja também:   Adamantium existe? O metal do esqueleto do Wolverine seria viável?

Ele foi forçado a desistir de seu automóvel BMW, pagar mais de US$ 58 mil e ficar cinco anos atrás das grades. Mais um para hackear o laptop do carcereiro.

7. Gary McKinnon

Alguns hackers roubam. Outros só querem dar prejuízo. É o caso Gary McKinnon, um escocês que arquitetou a maior invasão de computadores militares de todos os tempos.

Ele hackeou 97 computadores das forças armadas dos Estados Unidos e da Nasa, entre 2001 e 2002. Dentro de um período de apenas 24 horas, ele excluiu arquivos secretos, incluindo registros de armas. No total, os danos causados por Gary custaram cerca de US$ 700 mil ao governo americano.

8. Owen Walker

Outro para dar prejuízo. Owen Walker tinha apenas 17 anos quando ele ajudou um grupo de hackers internacionais a causar mais de US$ 26 milhões em danos. O adolescente estudante foi responsável pela criação do vírus bot que se espalhou em mais de 1,3 milhões de computadores em todo o mundo. Ele foi pego e preso, mas libertado sem condenação. Parece até a justiça brasileira.

9. Astra

O hacker chamado Astra, cujo verdadeiro nome nunca foi revelado, foi um matemático grego de 58 anos que operou entre 2002 e 2008. Ele roubou dados de tecnologia de armas em software de modelagem 3D de uma empresa chamada Salt Group, que ele vendeu por US$ 361 milhões de dólares para compradores em todo o mundo. Em 2008, ele foi localizado em um apartamento em Atenas, Grécia.

Veja também:   A ilusão de ótica que te faz ver cores em fotos em preto e branco

10. Albert Gonzalez

Albert Gonzalez, ao longo de um período de dois anos, roubou um total de 175 milhões de números de cartão de crédito e vendeu tudo online. Uma quantidade ainda não divulgada de dinheiro foi roubada de suas vítimas por meio de roubo de identidade. Suas vítimas ficaram por anos tentando recuperar novamente seus créditos e dinheiro gasto. Ele foi condenado a 40 anos de prisão. Esse sim, se deu mal.

É lógico que esses são casos de hackers que foram descobertos. Existem milhares de hackers soltos e provavelmente zoando muita gente agora. E cuidado com essa sua mania de comentar logado no perfil dos outros, hein? É assim que começa.



Discussion3 Comentários

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com