Os elefantes realmente têm medo de ratos?

0

Do filme “Dumbo” a desenhos animados, a imagem de um elefante encolhido com medo de um rato minúsculo está muito bem estabelecida. Mas o receio do gigantesco animal tem mais a ver com o elemento surpresa do que de fato do roedor.

Existem inúmeras teorias de que os elefantes têm medo de ratos porque criaturas minúsculas podem roer suas patas ou subir em sua trombas. No entanto, não há nenhuma evidência que apoie qualquer uma dessas teorias. O mito relacionado à tromba, por exemplo, é de uma fábula da cultura grega antiga.

No final de 1600, um médico irlandês chamado Allen Moulin estava tentando descobrir por que esses grandes paquidermes tinham medo ao avistar pequenos roedores. Segundo a pesquisa feita por Moulin na época, os elefantes não tinham a epiglote (aba de cartilagem que cobre a abertura da traqueia ao engolir), sendo assim, esses grandes animais “temiam” que ratos entrassem por meio de suas trombas e, consequentemente, os sufocassem. No entanto, sabemos, hoje em dia, que os elefantes são equipados com uma cobertura carnuda na traqueia.

Segundo Richard Lair,  especialista em elefantes que pesquisa sobre esses animais a 30 anos, a ideia do rato subir pela tromba é algo improvável de acontecer. O gigante animal poderia simplesmente expelir e ejetar o roedor facilmente.

Como os elefantes têm relativamente pouca visão, é mais provável que eles, simplesmente, fiquem mais assustados com a velocidade de um camundongo passando ao seu lado do que com o pequeno animal em si.

Veja também:   Ciência explica por que dias frios não negam aquecimento global

Na natureza do elefante, qualquer coisa que se mova ou deslize inesperadamente perto dele pode assustá-lo. Não precisa ser necessariamente um rato – cães, gatos, cobras ou qualquer outro animal de pequeno porte que faça movimentos bruscos são capazes disso.

Os elefantes ficam nervosos quando animais pequenos e rápidos estão ao seu redor. Já houve vários relatos de grandes paquidermes entrando em pânico e saindo correndo descontroladamente em situações do tipo, especialmente quando eles não podem ver onde o pequeno animal foi.

Um simples teste que pode desmistificar essa situação é pegar um rato nas mãos e mostrá-lo a um elefante. Ele apenas vai olhar o animal sem dar nenhum sinal de importância. Isso prova que o elefante não tem medo de rato e sim de qualquer ser que se mova rapidamente em seu curto campo de visão.

fonte: livescience



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com