Poucas ideias: fêmeas de polvo atiram objetos em machos ‘inconvenientes’

0

É difícil encontrar uma mulher que nunca tenha perdido a paciência com um homem inconveniente, e parece que entre as fêmeas de polvo não é diferente.

echo alexa

Só que elas resolvem o problema de uma maneira um tanto mais incisiva do que o normal para seres humanos, simplesmente arremessando objetos nos machos “chatos”, para ver se eles vão embora e as deixam em paz.

Um estudo sobre o tema surgiu em 2015, na Universidade de Sydney, na Austrália, e mostrava que as cenas de um polvo acertando outro com conchas, algas e cascalho do fundo do mar era uma coisa normal.

Inicialmente, achava-se que eles se acertavam sem querer, enquanto limpavam e organizavam suas tocas, ou procuravam por comida, mas parece que não é tão simples assim.

Os cientistas foram notando que o comportamento de jogar coisas era mais comum entre as fêmeas de polvo, e que na maioria das vezes, o alvo era um macho.

E mais do que isso, as pancadas não tinham nada de “sem querer”, ou seja, os animais estavam realmente “mandando ver” uns nos outros, e isso provavelmente tem um motivo: a chatice dos machos.

Em 2016, um macho tentava insistentemente acasalar com uma fêmea e ela, de saco cheio, acabou surtando: com os tentáculos das laterais, ela arremessou porções de lodo do fundo do mar 10 vezes seguidas em direção ao “sem noção”.

Foi a partir dali que os cientistas perceberam que a agressão era bem intencional.

O famoso “passa fora” do polvo

Os pesquisadores analisaram milhares de filmagens de polvos arremessando coisas e notaram que há dois tipos de arremessos, os que parecem ser intencionais e os não intencionais.

No segundo caso, os animais realmente estão cavando tocas e tirando objetos do caminho, e o fazem com os tentáculos da frente, segurando os objetos e esguichando água para jogá-los para longe.

Já nos arremessos intencionais, as fêmeas de polvo o fazem com muito mais força e com tentáculos laterais, como se mandassem um “cruzado”.

Além de espantar machos que as incomodem, outros polvos também foram vistos jogando coisas para o nada, no que parece ser um acesso de raiva, ou de frustração.

Aparentemente, todo mundo tem um parente, amigo ou conhecido que é “meio polvo”.



Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com