Por que caiu neve negra em uma região da Sibéria

0

E parece que a atual onda de frio que assola o hemisfério norte do planeta tem reservado algumas surpresas sombrias. Primeiro, um vórtice polar fez as temperaturas na América do Norte despencarem ao ponto do local estar mais frio que a Antártida. E nos últimos dias, uma misteriosa neve negra caiu no sudoeste da Sibéria. Mas pode ficar tranquilo que existe uma explicação para o fenômeno.

Na última semana, os residentes da região de Kemerovo notaram que neve do local apresentava uma coloração escura, digna de um filme de terror. Mas a explicação deste fenômeno é bem simples: o local é conhecido por ser o principal centro de mineração de carvão da Rússia.

E essa fama é tão grande no país que o museu dedicado à mineração do local, que fica na vila de Krasnaya Gorka, é citado como uma das principais atrações de Kemerovo.

Mas nem é preciso dizer que apesar da fama e das diversas oportunidades de emprego, a mineração já causou diversos problemas de poluição. Um bom exemplo é justamente o caso desta neve negra, que afetou as cidades de Prokopyevsk, Kiselyovsk e Leninsk, e seus residentes registraram tudo nas redes sociais.

A principal reclamação dos moradores do local é que as empresas responsáveis pela mineração de carvão não usam os filtros recomendados para conter a poluição. Nem mesmo Andrei Panov, um representante do governo de Kemerovo, deixou de criticar as atitudes das companhias e também citou a fumaça expelida pelos escapamentos de veículos.

Mas apesar dessas reclamações de Panov, os moradores da região também acusam o governo local de estar “acobertando” o problema. O motivo é que em dezembro de 2018, algumas pessoas notaram que a neve que caiu na região foi pintada de branco, provavelmente para esconder da população o problema.

O mesmo fenômeno ocorreu recentemente na cidade de Temirtau, outro grande centro de mineração de carvão, mas que fica no centro do Cazaquistão.

A Rússia parece mesmo o lugar perfeito para acontecer esse tipo de coisa. Vale lembrar que em julho de 2018, a cidade de Norilsk, também na Sibéria, vivenciou uma “chuva de sangue” causada por ferrugem.



Veja também:   Por que os ossos estalam - e quando isso é um mal sinal

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com