Quem nega o aquecimento global tem mais tendências racistas, diz estudo

0

Em pleno 2018, algumas pessoas insistem em negar o aquecimento global que já afeta todo o planeta. Segundo um estudo, essas pessoas seriam não só “cabeças duras”, mas também racistas, ou pelo menos com maiores tendências ao preconceito racial. O inverso também valeria, com racistas tendendo a negar o aquecimento global.

Veja também:   Ação humana pode ter causado aquecimento até na Lua

O estudo foi feito pelo cientista político Salil Benegal, da Universidade Depauw, no estado americano de Indiana. Ele realizou um cruzamento de dados de diversas pesquisas nos Estados Unidos, tanto sobre mudanças climáticas, quanto sobre racismo. Foi possível traçar então uma correlação entre os dois assuntos, que aparentemente não possuem nada a ver entre si.

De acordo com os resultados obtidos por Benegal, em um período de 8 anos, a população branca dos Estados Unidos passou a dar menos importância para questões do clima, com destaque para as pessoas que se declararam adeptas do Partido Republicano americano. Desses, os que possuíam maior índice de intolerância racial, em torno de 84%, afirmaram não acreditar que o aquecimento global seja causado pelos seres humanos.

Benegal afirma que embora não sejam determinantes, os dados que obteve merecem atenção. “Não estou tentando propor que a questão racial seja o fator mais importante ou mais relevante para definir a postura pessoal sobre questões ambientais. Mas é algo significativo, em que deveríamos ficar de olho”, disse o cientista político.

Isso explica muita coisa

O período de 8 anos a que o estudo se refere corresponde exatamente aos dois mandatos de Barack Obama, coincidentemente o primeiro presidente negro dos Estados Unidos. O governo Obama foi marcado, entre outras coisas, por um maior engajamento social e uma grande preocupação com o aquecimento global.

Benegal acredita que a população americana, em especial os brancos e republicanos, que representavam a oposição a Obama, do Partido Democrata, passaram a desacreditar e dar menos importância às questões ambientais apenas para contrariar o então presidente, seja por motivos políticos ou raciais.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com