Quer se esquecer de uma lembrança intencionalmente? A ciência te ajuda

0

Seja uma situação embaraçosa ou um dia ruim, todo mundo tem memórias que gostariam de esquecer. Agora, uma nova pesquisa sugere que existe uma maneira de fazer isso intencionalmente.

O primeiro estudo

Em um primeiro momento, pesquisadores descobriram que tentar afastar seus pensamentos sobre aspectos menos óbvios, como o “pano de fundo” de determinadas memórias, pode ser a chave para esquecer intencionalmente essas lembranças. Esses aspectos chamados de “pano de fundo” podem ser cheiros e sons relacionados aos acontecimentos reais dos quais você não quer lembrar mais.

Por exemplo, se você quisesse esquecer os detalhes de uma conversa que você acabou de ter, você pode “expulsar” de sua mente características como o local onde estava, o som de fundo ou até mesmo pensamentos que você tinha naquele momento. Incrivelmente, somos capazes de lembrar o que estávamos pensando em uma ocasião anterior.

Embora os pesquisadores não saibam os detalhes das estratégias que as pessoas fazem para expulsar da mente certos pensamentos, eles sugerem duas principais estratégias que podem ajudar neste processo. Uma delas é limpar sua mente e, deliberadamente, tentar pensar em nada (algo que requer um nível elevado de concentração). A outra envolve tentar ocupar sua mente com pensamentos sobre algo muito diferente do que você está tentando esquecer. Por exemplo. se você não quer pensar em certa música, você tenta se distrair com outra.

O segundo estudo

Foram recrutadas 25 pessoas com idades entre 19 e 34 anos para a segunda parte do estudo. Os pesquisadores deram aos participantes algumas listas de palavras para que estudassem enquanto lhes mostravam imagens de cenas ao ar livre, como florestas, montanhas e praias.

Veja também:   Adamantium existe? O metal do esqueleto do Wolverine seria viável?

Os cientistas, então, pediram aos participantes para que tentassem lembrar as palavras da lista ou tentassem esquecê-las. Enquanto isso, o cérebro das pessoas foi mapeado com o intuito de analisar a atividade cerebral durante o experimento.

Os resultados mostraram que quando foi pedido para que os participantes esquecessem as palavras, elas tentaram expulsar de suas mentes pensamentos relacionados às imagens mostradas a elas enquanto estudavam as palavras. É como expulsar, intencionalmente, lembranças da imagem da cozinha de sua avó para fora de sua mente se você não quer pensar sobre sua avó naquele momento. No entanto, essa relação com as imagens não ocorreu quando as pessoas precisaram lembrar das palavras.

Também foi descoberto que quando as pessoas tentaram esquecer as palavras, quanto mais elas afastavam seus pensamentos sobre as imagens, menos palavras elas eram realmente capazes de se lembrar mais tarde. Segundo os pesquisadores, esta descoberta mostra que esse procedimento é eficaz para facilitar o esquecimento.

Embora estudos de memória muitas vezes se concentrem em como as pessoas se lembram das coisas, esquecer pode ser algo benéfico. Por exemplo, algumas pessoas que sofrem de Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) podem querer esquecer eventos traumáticos. Além disso, esse estudo pode ser de extrema importância para que a ciência compreenda melhor a mente humana.

fonte: livescience



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com