Rumor diz que lançamento de satélite secreto pela SpaceX foi um fracasso

0

No último domingo (7), a empresa SpaceX, propriedade do empreendedor Elon Musk, lançou o foguete Falcon 9 da Base de Cabo Canaveral, na Flórida, que continha um satélite secreto. De início, muitas informações divulgaram que a operação foi sucesso. Só que desde então, novas notícias levantam a suspeita de que a missão, no fundo, foi um verdadeiro fracasso.

Uma das partes do foguete até chegou a ser recuperada após o lançamento, mas tudo indica que o foguete teria pegado fogo após fazer sua reentrada na atmosfera terrestre, de acordo com fontes anônimas do governo americano, em reportagens divulgadas pelo The Wall Street Jornal e Bloomberg.

O Falcon 9 da SpaceX estava carregando o satélite espião Zuma, que seria secreto e foi encomendado por uma agência do governo americano.

A SpaceX negou qualquer problema com o Falcon 9  e disse que tudo saiu conforme planejado durante a operação. “Se nós ou outros descobrirmos o contrário, vamos reportar imediatamente”, disse Gwynne Shotwell, presidente da empresa, que se negou a dar mais informações sobre a operação, por conta de seu caráter sigiloso.

O que também ajudou a levantar as suspeitas de que a missão foi um fracasso é que a SpaceX não liberou nenhum comunicado sobre o sucesso do lançamento. O motivo é que a empresa costuma fazer esse tipo de confirmação até mesmo em missões sigilosas, que é o caso do Zuma.

As especulações lançadas até o momento é que a falha ocorreu durante a separação do foguete com seu segundo módulo. E ela não seria responsabilidade da SpaceX. É que a empresa que produziu o satélite, chamada de Northrop Grumann, também solicitou a construção do adaptador, uma das peças que faz a separação da carga. E quem faz isso, normalmente, é a própria SpaceX.

Veja também:   Sistema de rampas pode explicar mistério da construção das pirâmides do Egito

Por fim, outro fator que só coloca mais fogo nos rumores é que Zuma chegou a ser incluído entre os serviços oficiais do governo dos Estados Unidos que promovem o monitoramento desses objetos que orbitam o planeta. Isso significa que o satélite secreto até chegou a dar uma volta em torno do planeta, mas todos os registros foram interrompidos desde então.

Mesmo com toda essa especulação negativa, a SpaceX continuará com seus planos de fazer o voo inaugural do foguete Falcon Heavy, o mais potente já feito pela empresa de Elon Musk. Ele deve ocorrer ainda neste mês de janeiro.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com