Serial Killer do DF: esposa decepcionada quer que Lázaro se entregue

0

A esposa* de Lázaro Barbosa Sousa, o serial killer do DF, está estarrecida com os crimes e espera que ele se entregue a polícia.

Em uma entrevista exclusiva ao Correio Braziliense, a mulher afirmou que a família está sofrendo com preconceito e com fake news, após divulgação jornalística de que Lázaro é satanista e praticante de rituais de assassinato.

Não acredito em nenhum ritual. Ele tinha uma fé em Deus muito grande, foi até pregador da palavra no presídio. Eu só vou acreditar que ele se envolveu mesmo nisso quando ele for pego e falar.”

A jovem também espera que Lázaro se entregue e afirma à imprensa que tem vontade de ajudar nas buscas do foragido, para convence-lo a desistir da fuga. “Temos medo de receber a notícia de que ele morreu”, explica.

Anteriormente, uma tia do serial killer do DF revelou que o homem teve uma infância conturbada e uma relação de agressividade com o pai – que já afirmou à imprensa que “tem vergonha de falar que é seu próprio filho”. Ela também explica que Lázaro é carente de atenção e tem comportamentos intempestivos.

Se a gente tivesse a oportunidade de ir com a polícia para o meio do mato, para convence-lo a se entregar. A gente não sabe o que aconteceu na mente e no coração dele. A ficha não caiu”, desabafa a esposa.

*A esposa de Lázaro tem 19 anos de idade e prefere não se identificar. O casal está junto há quatro anos e possuem uma filha de apenas 2 anos. Lázaro tem um filho de 4 anos, de outro casamento.

Sobre o caso

Uma família foi encontrada morta em uma chácara da Ceilândia, no Distrito Federal, na quarta-feira passada (9). O suspeito pelos homicídios é Lázaro, de 33 anos, também conhecido como “Maníaco do Incra 9”.

O suspeito acumula passagens anteriores por estupros, roubos ou furtos e também outros homicídios. A busca pelo paradeiro do homem mobiliza mais de 200 policiais até o momento. O caso já assusta pessoas de todo o Brasil.

De acordo com as equipes de investigação, o assassino está foragido e se escondendo em sítios e matagais no entorno de Brasília e de Goiás. Lázaro chegou a invadir a fazenda de um soldado, na cidade de Cocalzinho, na tarde do sábado (12).

Além disso, a polícia local afirma que o criminoso chegou a reagir com a chegada das autoridades, disparando contra eles. Testemunhas comentam que o homem estava transtornado e quase colocou fogo em uma residência.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com