Como seria se a Terra tivesse o mesmo tamanho de Júpiter?

2

Como seria viver em um planeta do mesmo tamanho de Júpiter? Se a Terra tivesse esse tamanho todo, muito do equilíbrio que conhecemos, não existiria.

Acontece que a Terra tem combinações perfeitas de tamanho, gravidade e distância em relação ao Sol e outros planetas. Com um tamanho muito maior, isso tudo entraria em colapso, criando um cenário bem diferente.

Com um tamanho maior, a Terra teria então uma massa maior, o que resultaria em uma gravidade mais forte. Com isso, árvores muito altas deixariam de existir, já que a gravidade puxaria tudo para baixo com muito mais força. A ausência de grandes árvores certamente teria um impacto enorme em toda a flora e toda a fauna do planeta.

Além disso, caso quiséssemos manter os dias com 24 horas, o planeta teria que girar mais rápido. Isso faria com que a linha do Equador fosse mais larga, tornando a Terra uma esfera mais achatada do que já é. Aqui na superfície, o principal efeito disso seriam ventos muito mais fortes, trazendo tempestades ainda mais arrasadoras.

Clima e temperaturas também seriam drasticamente alterados. Provavelmente os animais e vegetais seriam completamente diferentes do que conhecemos, devido a processos evolutivos adaptados para um planeta nessas condições. Em outras palavras, se a Terra tivesse o tamanho de Júpiter, simplesmente deixaria de ser a Terra.

Humanos

Os seres humanos também seriam afetados pelas condições, evoluindo de forma completamente diferente. A gravidade mais intensa forçaria os processos evolutivos a melhorar a resistência dos ossos, a tal ponto que, possivelmente, teríamos exoesqueletos, assim como alguns artrópodes.

Veja também:   Cientistas ensinam ratos a dirigir pequenos veículos por comida; entenda

Outro ponto interessante de se imaginar seriam as distâncias. Júpiter tem um raio 11 vezes maior do que o da Terra, então, imaginando uma viagem de avião entre São Paulo e Tóquio, uma das mais longas possíveis, levaria cerca de 10 dias, 19 hoas e 42 minutos.

Com o planeta em seu tamanho normal, já gastamos incríveis 23 horas para realizar esse percurso.



Discussion2 Comentários

  1. Estou de acordo q a vida no planeta seria muito mais dificel ou até impossivel porem nao tem nada a ver com a velocidade de translação do planeta. Logicamente q o dias nao teriam apenas 24 horas girando em velocidade normal e sim teria 48 ou 72 horas (sei la)POREM supondo mesmo q girasse mais rapidamente pra mantermos os dias com 24 horas, nao seria essa a razao pela qual mais ventos e tempestades atingissem o planeta e acabaria com a vida nonplaneta, afinal tudo giraria de acordo com a velocidade da terra. Oque sim faria a vida (talvez) impossivel no planeta seria o fato de q onplaneta com suas superficies extremamente maiores, estaria durante o dia muito mais proxima e a noite muito mais distantes do sol. Ou seja, o dia seria extremamente quente e a noite extremamente fria (oque entao sim com o choque termico todos os dias) causaria um colapso na fauna e flora.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com