Terra está mais próxima do que se imaginava de buraco negro, diz estudo

0

Cientistas descobriram que a Terra fica mais próxima de um buraco negro que existe no centro da galáxia do que se achava inicialmente.

Mas não há motivo para pânico: a Via Láctea realmente conta com um buraco negro supermassivo em seu núcleo, para o qual basicamente todos os sistemas e estrelas estão convergindo, mas isso ainda é muito, muito longe do Sistema Solar.

O estudo foi feito por cientistas japoneses em um projeto chamado de Exploração de Rádio Astrometria por Interferometria de Longa Linha de Base (Vera, na sigla em inglês), que se dedica a estudar as estruturas que foram a Via Láctea.

A pesquisa foi feita com base em astrometria, que é uma técnica usada para medir distâncias e posições no espaço com precisão.

De acordo com os cientistas, o centro do galáxia, no qual está localizado um grande buraco negro supermassivo, está a 25.800 anos-luz de distância do nosso planeta.

Nós e todo o Sistema Solar orbitamos esse núcleo a uma velocidade de 227 quilômetros por segundo, mas esses números não batem com a informação que se tinha até então.

Em dados de 1985, da União Astronômica Internacional (UAI), o centro da galáxia ficava a 27.700 anos-luz da Terra, que o orbitava a uma velocidade de 220 quilômetros por segundo.

Tanto a distância quanto a velocidade são consideravelmente menores e fazem muita diferença em outros cálculos astronômicos.

Buraco negro supermassivo

A grande maioria das galáxias similares a Via Láctea possui um grande buraco negro supermassivo localizado em seu interior, bem no centro de seu núcleo.

É para lá que a matéria que forma a galáxia converge lentamente, ainda que essa velocidade seja relativa, já que a escala é astronômica. Com a nossa galáxia, isso não é diferente.

Batizado de Sagittarius A*, devido a sua posição no céu quando observado da Terra, o “nosso” buraco negro tem um tamanho impressionante e tem ficado mais “comilão” nos últimos anos.

Ele tem emitido um nível de radiação mais intenso, o que mostra que ele parece estar “devorando” ainda mais matéria do que o normal.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com