Vídeo: polícia encontra vela e carta deixadas pelo serial killer do DF

0

A equipe da polícia conta com cerca de 400 profissionais para tentar localizar o paradeiro do serial killer do DF há 10 dias.

O maníaco Lázaro Barbosa de Sousa está deixando vestígios por onde passa mata adentro e, agora, as autoridades encontraram supostos rituais deixados – como por exemplo velas de sete dias com oferendas e pedaços de papel com o nome completo do criminoso.

A polícia suspeita que o criminoso está acendendo velas para pedir proteção espiritual. Anteriormente, foram encontrados altares de adoração à Satã na residência de Lázaro, no entanto, a família desmente o envolvimento e afirma que a religião dele envolve Deus.

Além da vela, nas proximidades de um milharal goiano, os militares também localizaram uma rã desossada ao lado de um facão e parte do animal havia sido comida. Acredita-se que ele se mantém vivo consumindo esses animais.

Confira abaixo o vídeo que mostra a vela deixada pelo serial killer do DF:

A polícia também encontrou uma carta em folha de papel A4 abandonada pelo criminoso no local em que usava como esconderijo, na região de Edilândia, em Goiás.

Redigida com caneta esferográfica vermelha, a carta de Lázaro aborda sobre quem possui o direito de morrer ou viver. As autoridades investigam se o criminoso a escreveu ou apenas carregava as palavras – já que algumas falas são da trilogia de Senhor dos Anéis.

Caso Lázaro: o Serial Killer do DF

Uma família foi encontrada morta em uma chácara da Ceilândia, no Distrito Federal, na quarta-feira passada (9). O suspeito pelos homicídios é Lázaro, de 33 anos, também conhecido como “Maníaco do Incra 9”.

O suspeito acumula passagens anteriores por estupros, roubos ou furtos e também outros homicídios. A busca pelo paradeiro do homem mobiliza mais de 400 policiais até o momento. O caso já assusta pessoas de todo o Brasil.

De acordo com as equipes de investigação, o assassino está foragido e se escondendo em sítios e matagais no entorno de Brasília e de Goiás. Lázaro chegou a invadir a fazenda de um soldado, na cidade de Cocalzinho, na tarde do sábado (12).

Além disso, a polícia local afirma que o criminoso chegou a reagir com a chegada das autoridades, disparando contra eles. Testemunhas comentam que o homem estava transtornado e quase colocou fogo em uma residência.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com