10 locais em que animais selvagens vivem ao lado dos humanos

0

Existem certos animais selvagens que você, com certeza, não quer nem saber de chegar perto, como cobras, tubarões, ursos e leões, por exemplo. Mas em certas parte do globo, as pessoas conseguem viver tranquilamente e pacificamente com essas criaturas, por mais que sejam perigosos, assustadores e mortíferos.

E o mais incrível nessa história toda é que simples intervenções foram o suficiente para evitar atritos entre humanos e animais.

Confira abaixo 10 locais em que animais selvagens vivem ao lado dos humanos.

10) Leopardos na cidade de Mumbai, na Índia

animais-leopardos

Se algúem falar de leopardos na sua frente, você já deve imaginar esses animais vivendo no meio de uma savana. Mas saiba que existem mais leopardos vivendo nos arredores da maior cidade da Índia do que em florestas próximas.

Acredita-se que 35 leopardos vivam atualmente no Parque Nacional de Sanjay Gandhi, que fica cravado no norte de Mumbai. E eles não costumam viver em grande harmonia com humanos, mas por incrível que pareça, os “leopardos urbanos” até que não oferecem grandes perigos para a população local.

Eles até costumam prestar um serviço interessante: se alimentam da carcaça de animais que morrem em fazendas próximas da cidade, especialmente gado.

9) Ursos polares na Baía de Hudson, no Canadá

animais-urso polar

Um antiga base militar na cidade de Churchill, no Canadá, é um dos pouquissímos locais do mundo em que seres humanos são minoria, se comparados com ursos polares. Nos meses do inverno, os animais costumam andar pelo meio da cidade, e nem sempre de forma pacífica. Por conta disso, foi preciso criar um grupo para evitar qualquer acidente ou morte.

  5 obstáculos a serem superados para que transplantes de cabeça sejam possíveis

O Programa de Alerta de Ursos Polares age em situações nas quais os ursos podem machucar ou são machucados por seres humanos. O grupo age rapidamente e evita qualquer tipo de mal aos animais. Se algum urso insistir em ameaçar humanos, ele pode ficar dentro de uma espécie de cadeia.

8) Ursos-pardo na Turquia

animais-ursos pardo

Na cidade de Rize, que fica no norte da Turquia, a população de ursos-pardo está causando alguns problemas para criadores de mel do local, já que eles gostam bastante do alimento.

Mas ao invés de ir à caça dos animais, a população local teve algumas ideias. Primeiro, os produtores começaram a colocar as colmeias de abelhas em lugares de difícil acesso para os ursos, como no topo de penhascos. E depois, pesquisadores criaram uma espécie de colmeia que seria “à prova de ursos.”

É uma boa forma de mostrar como que é possível conviver em harmonia com animais perigosos, como os ursos-pardos.

7) Hipopótamos no Zimbábue

animais-hipopotamos

Por incrível que pareça, os hipopótamos podem ser considerados os animais mais perigosos do continente africano, por conta de sua mandíbulas extremamente potentes e leis de território que podem ser facilmente quebradas por um humano. Ainda assim, esse perigo não impediu a ativista Karen Paolillo de dedicar sua vida em prol desses animais.

  10 coisas simples que são enganosamente complexas

Ela e seu marido criaram uma espécie de santuário para hipopótamos, no qual os animais conseguem viver em paz sem ameaçar moradores das zonas rurais do Zimbábue.

Mas, claro, nem tudo são flores. Paolillo já relatou que foi atacada diversas vezes por hipopótamos e em um caso, precisou subir em uma árvore para conseguir evitar o ataque.

6) Cascavéis no estado do Connecticut, nos EUA

animais-cascaveis

As cobras cascavéis são espécies que estão ameaças de extinção, já que muitos preferem matá-las por serem venenosas. É por essa razão que a população de cobras está diminuindo bastante em alguns locais do mundo.

Só que na cidade de Glastonbury, no estado de Connecticut, nos EUA, um homem chamado Doug Fraser, que adora cobras, e sua esposa decidiram começar uma campanha para salvar a população de cascavéis no local. E por incrível que pareça, deu certo: os residentes da cidade começaram a parar com a matança dos animais e até criaram uma reserva para elas.

Glastonbury se tornou um dos poucos locais no mundo em que humanos e cobras vivem em harmonia.

5) Tigres em Mohanpur, na Índia

animais-tigre

Se já não bastasse o problema dos “leopardos urbanos” em Mumbai, a Índia também possui “tigres urbanos”. Residentes de vilarejos na região na Mohanpur precisam conviver com os animais, com pouca proteção para um possível ataque. No entanto, a população local não parece se importar muito com isso e até agradece e presença dos tigres na região.

  25 históricas curiosidades sobre os dinossauros

O motivo é que as chances de ser atacado ou morto por um tigre são muito baixas, pois eles não costumam atacar seres humanos. E ainda existem benefícios, pois javalis selvagens costumam destruir plantações do local. Os tigres veem esses animais como um presa fácil e ajudam a controlar a população dessa espécie de porco selvagem.

4) Lobos em Banff, no Canadá

animais-lobo

A cidade de Banff, no Canadá, costuma ser visitada por lobos. E o grande motivo é que ela fica dentro de um parque nacional. E as autoridades do local fazem de tudo para garantir que humanos e lobos consigam viver em harmonia. Por exemplo, quando eles matam uma presa para se alimentar, a área é protegida para evitar que sejam atrapalhados.

Eles até costumam ser vistos com bom olhos pela população local, e tal atitude evitou conflitos entre humanos e lobos. Muitos acreditam que os animais notaram que eles são bem vindos, o que fez com que o número de incidentes e ataques se tornassem extremamente raros.

3) Leões em Maasai Mara, no Quênia

animais-leões

Os guerreiros da tribo Maasai costumavam matar leões, já que eles entravam em seus territórios e matavam seus animais, como gado. Por conta de questões ambientais, a população de leões do local caiu bastante e organizações entraram em acordo com os massai para evitar o agravamento dessa questão.

  Os 10 hábitos mais estranhos do seu cérebro

Agora, os guerreiros Maasai se tornaram protetores dos leões e ainda realizam pequenos trabalhos, como coletar amostras de DNA e traçar o movimento dos animais.

2) Tubarões nas Ilhas Salomão

animais-tubarões

Não é todo dia que você consegue olhar para um tubarãoa sua frente, ao menos que você seja um pescador na Ilha Owarigi, nas Ilhas Salomão. Durante suas pescarias, eles conseguem nadar bem próximos dos tubarões sem qualquer tipo de cela de proteção. Eles conseguiram desenvolver uma linguagem corporal na qual “falam” para os animais que não são ameaçadores ou uma que são uma possível presa.

Apesar de toda a fama negativa que possuem, podemos dizer que somos uma ameaça muito maior para os tubarões do que o oposto. O motivo é que eles são muito procurados por conta de suas barbatanas, para a produção da iguaria conhecida como sopa de barbatana de tubarão. E é mais fácil você ganhar na loteria do que ser morto por um desses animais.

1) Abelhas ao redor do mundo

animais-abelhas

Essa talvez seja uma das maiores cooperações entre nós e animais. Só que para muitos, ela é um perigo, pois muitas pessoas são alérgicas ao veneno de abelhas, que pode causar choque anafilático e resultar em morte.

Até mesmo aquelas pessoas que não são alérgicas a picada de abelhas podem ser mortas por um enxame dos insetos. Mas de qualquer forma, conseguimos conviver com elas tranquilamente, em qualquer lugar do mundo.

  5 mais incríveis templos budistas

E pode ficar tranquilo, pois a probabilidade de ser morto por um enxame de abelhas é mesma de você morrer em um ataque de tubarão.

Fonte: Listverse

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com