Cientistas brasileiros podem ter descoberto a cura da Aids

7

A Aids é uma das doenças mais temidas do mundo. A infecção viral não tem cura, ao menos até o momento. Estima-se que 34 milhões de pessoas em todo o mundo sejam portadoras do vírus HIV e acredita-se que, diariamente, quatro mil pessoas morram deste mal.

A temida situação envolvendo a Aids pode estar prestes a mudar com uma recente descoberta de cientistas do CNPEM (Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais). Os pesquisadores brasileiros desenvolveram um método que pode inativar o vírus HIV.

O novo recurso científico utiliza nanopartículas magnéticas. Elas atraem os vírus da Aids e impedem que eles façam ligações com células do organismo.

Logo depois, as nanopartículas magnéticas seriam separadas do sangue com um ímã. Ao removê-las, o vírus também sairia do corpo.

Para o estudo, os cientistas sintetizaram nanopartículas de sílica, composto químico. A performance do componente foi avaliada com o HIV e com o VSV-G, vírus que causa estomatite vesicular.

Método ‘antigo’

A estratégia dos cientistas brasileiros contra a Aids não é inédita na ciência: pesquisadores da Alemanha e da Holanda já utilizaram o recurso com o intuito de amenizar os efeitos da quimioterapia em pacientes con câncer. Entretanto, a performance do método nunca foi estudada com vírus.

A pesquisa foi divulgada na íntegra no artigo “Viral Inhibition Mechanism Mediated by Surface-Modified Silica Nanoparticles“, no periódico científico Applied Materials & Interfaces. O texto é assinado por Juliana Martins de Souza e Silva, Talita Diniz Melo Hanchuk, Murilo Izidoro Santos, Jörg Kobarg e Marcio Chaim Bajgelman, além de Mateus Borba Cardoso, coordenador do estudo.

É eficaz?

Ainda não dá para afirmar se o método é eficiente no combate à Aids. Ele passa por testes e, mesmo após sua aprovação, pode ter efeitos diferentes na prática.

O vírus HIV é conhecido por sua característica mutante, o que fez com que milhões de pessoas morressem desde que a doença foi descoberta, no início da década de 1980. Métodos de controle só começaram a ser mais efetivos a partir dos anos 2000 – antes disso, era feito apenas um trabalho de prevenção.



Discussão7 Comentários

  1. Eu sou a Sra. Diana Garcia Gonzalez, quero agradecer ao Dr. Steven Murphy por me curar de uma doença mortal HIV / AIDS março de 2016. Tenho esse vírus há mais de 4 anos, tenho tratado, mas todo meu esforço não estava funcionando. Tenho estado a tomar Anti Retro-Viral terapia durante anos ainda a doença não poderia parar, eu quase desisti até março de 2016, quando eu fui apresentar ao Dr. Steven Murphy que me enviou ervas para tomar por 8 dias, depois de tomar as ervas de acordo com o Instrução e fui para o hospital o vírus não estava lá mais, fiquei surpreso e fui para outro teste e também foi negativo, tudo graças ao Dr. Steven Murphy contato ele em [email protected]

    • VOCÊ DEVIA SER IDENTIFICADA E PRESA, POR PASSAR FALSAS INFORMAÇÕES A PESSOAS SEM ESPERANÇA.
      VOCÊ É UMA BANDIDA, UM DEMÔNIO DA PIOR ESPÉCIE!
      UM DIA DEUS IRÁ COBRAR DE VOCÊ A MALDADE QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO COM TODOS OS SOROPOSITIVOS. AGUARDE E VERÁ.
      PRO INFERNO, QUE É O TEU LUGAR, SUA FILHA DA PUTA!

  2. Há muitos anos se notícia uma nova descoberta promissora que assim como surge depois some ,e não se fala mais nisso ,a sociedade organizada como um todo tem de cobrar a cura ou remissão desse flagelo que nos apavora há quase 40 anos ,e apesar dos ditos avanços ainda não chegamos a um bom termo terapêutico, já que nem todos se dão bem com os antivírais que tem efeitos colaterais e podem causar danos ao paciente ,a exemplo do câncer existe muita tecnologia e medicamentos mas objetivamente pouca eficácia a longo ou até médio prazo em muitos casos ,cronificar as doenças é bem diferente de cura-las ,e a ciência com todo arsenal disponível cura muito poucas doenças na realidade ,principalmente no campo imunológico, é preciso saúde, e ciências médicas e deixar um pouco o mercantilismo exorbitante com os lucros de doenças que deveriam estar erradicadas a muito tempo.

  3. Estou feliz por compartilhar esse testemunho com o mundo porque há muitas dúvidas sobre a cura do HIV, mas agora tenho que acreditar que o milagre que recebi pode ser útil ao mundo e às vítimas do HIV. Meu nome é Julia e sou brasileira vivendo nos Estados Unidos meu e-mail é [email protected] o herbalista que me curou seu e-mail é Dr.Dimas ([email protected]), estou espalhando esta boa notícia porque eu acredito que tantos As pessoas ainda estão em descrença na medicina trado. Eu vivi com esta doença mortal HIV por mais de 3 anos, meu namorado descobriu que nós dois seropositivos quando ele foi testado positivo. Nós tentamos por todos os meios para viver nossas vidas usando drogas anti retro viral, apesar desta doença em nosso corpo que foram sempre infeliz, até que nós tropeçamos em cima desta poderosa herbalist ([email protected]) que retratou cura. No início, estávamos cético, mas o meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa e pedir algumas das ervas enviados para nós, e algumas semanas após a conclusão do processo devido a esta ajuda herbalist, fomos para testar depois de tomar as ervas Por uma semana como instruído pelo médico, fomos esmagados com alegria depois de receber resultados no hospital do nosso médico de família que foi atordoado também e também prescreveu este herbalist mesmo para os pacientes que estão dispostos a experimentá-lo, A taxa de vírus No corpo dentro de algumas semanas tinha caído, e estávamos completamente curado .. O herbalista explicou que ele não publicou para o mundo porque ele tinha sido recusado em 2013, pela equipe de pesquisa internacional, porque ele usa um meio tradicional para curar os pacientes . A coisa mais importante é para você ser curado, se você quiser saber sobre este herbalist você pode contatá-lo e dar-lhe uma tentativa estou falando de experiência pessoal, nunca há um dano em julgamento. Melhor

  4. Estou feliz por compartilhar este testemunho com o resto do mundo porque há muitas dúvidas sobre a cura do HIV / Aids, acredito que o milagre que recebi é útil para o mundo e as vítimas do HIV / aids. Meu nome é Joan Hubbell meu e-mail é [email protected] o herbalista que me curou do e-mail do vírus é [email protected] Eu morei com esta doença mortal por mais de um ano, meu marido descobriu que nós dois éopositivos porque ele Foi testado positivo. Nós tentamos por todos os meios para viver nossas vidas usando drogas anti retro viral, apesar disso, sempre fomos infelizes, até que nós tropeçamos em cima desta herbalist poderoso que retratou healing. No início, estávamos duvidosos, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa, porque não estávamos confortáveis ​​com o uso de antivirais e pedir algumas das ervas enviado para nós, e algumas semanas após a conclusão do processo, fomos Fazer o nosso teste depois de tomar as ervas por poucas semanas, estávamos cheios de alegria por causa dos resultados que temos de nosso médico de família. A taxa de vírus no corpo dentro de algumas semanas tinha caído, estávamos completamente curado. O herbalista explicou que ele não publicou para o mundo porque ele tinha sido recusado muitas vezes em 2011, pela equipe de pesquisa internacional, porque ele usa um tradicional (Ritual) meios para curar os pacientes. A coisa mais importante é para você ser curado e livre do vírus Evil, você pode contatá-lo por e-mail [email protected]

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com