24 maravilhosas curiosidades sobre a Via Láctea

0

A Via Láctea é uma galáxia espiral da qual o nosso Sistema Solar faz parte. Possui um diâmetro total de 100.000 anos-luz e é considerada pequena em comparação com outras galáxias, como a M87 ou a maior ainda, Hercules A. Veja algumas curiosidades sobre a Via Láctea.

curiosidades sobre a via láctea

Confira algumas fascinantes curiosidades sobre a Via Láctea

 

O “Rio Prata”
Na China, a Via Láctea é chamada de “O Rio Prata”. No mito chinês antigo, o rio foi colocado no céu pelos deuses tentando separar uma mulher que tecia panos que fez suas roupas e o pastor que a amava.
A Via de Leite
Os romanos chamaram a nossa galáxia da Via Láctea porque isso lhes lembrava o leite. Os gregos o chamavam de Círculo Leitoso. Na verdade, a palavra “galáxia” é da palavra grega para o leite.
O nome em sânscrito
Em sânscrito, a Via Láctea é chamada de Akash Ganga, ou “Gangues dos céus”.
Vários tipos de energia
A luz visível, a luz que podemos ver, é apenas uma forma de energia emitida pelas estrelas e outros objetos na Via Láctea. Nossa galáxia também consiste de outros tipos de energia, como luz infravermelha, ondas de rádio, raios gama, matéria escura e raios X.
Não vemos nada
Quando uma pessoa vê a Via Láctea à noite, ela está vendo apenas cerca de 0,0000025% das centenas de bilhões de estrelas da galáxia.
A Via Láctea na mitologia
Na mitologia grega, a Via Láctea foi criada quando Hera derramou seu leite enquanto amamentava Héracles. Também foi descrito como o caminho para o Monte Olimpo, ou o caminho da ruína feito pela carruagem de Hélio (o deus do Sol).
O buraco negro no centro
O próprio centro da Via Láctea contém uma força gravitacional poderosa que os cientistas acreditam ser um buraco negro, que eles chamam de Sagitário A*. Os astrônomos acreditam que esse buraco negro pesa até 4 milhões de nossos sóis juntos.
Sim, é uma galáxia
A Via Láctea é uma galáxia – um enorme grupo de estrelas, gás, poeira e outras matérias mantidas unidas no espaço por sua atração gravitacional mútua. A Via Láctea é apenas uma das bilhões de galáxias do universo.
Não é um centro espiral
A Via Láctea é uma galáxia espiral barrada que tem braços curvos que giram para fora de seu centro. Os astrônomos descobriram que ela era barrada (o que significa que o seu centro é em forma de barra) ao invés de uma galáxia espiral comum (o que significa que o centro é uma protuberância esférica) na década de 1990. É de 100.000 a 120.000 anos-luz de diâmetro.
Como sair da galáxia
É necessária uma quantidade fenomenal de energia para que uma estrela ou outro objeto deixe a galáxia. As estrelas devem atingir velocidades de 1,6 milhão de km/h mais rápido do que os 965.600 km/h em que os objetos já aceleram em torno da Via Láctea. Os astrônomos descobriram 18 estrelas gigantes sendo expulsas da nossa galáxia. Eles ainda não sabem como as estrelas estão sendo impulsionadas.
Os primeiros a estudarem a Via Láctea
O filósofo grego antigo Demócrito, que viveu de cerca de 460 a 370 a.C., foi a primeira pessoa conhecida a sugerir que a Via Láctea é feita de estrelas. Galileu Galilei (1564-1642) foi o primeiro a identificar e resolver a faixa de luz como muitas estrelas individuais com seu telescópio em 1610.
A mais idosa
A estrela mais velha na Via Láctea é de pelo menos 13.6 bilhões de anos e formada, muito provável, logo após o Big Bang.
A densidade na Via Láctea
O espaço entre os planetas no Sistema Solar é relativamente denso por causa das partículas do vento solar, embora a densidade seja muito mais baixa do que o ar na Terra, em aproximadamente 10 milhões de átomos por metro cúbico, em média. O meio interestelar na Via Láctea é mais fino do que no nosso Sistema Solar, mas a gravidade da galáxia mantém a maior parte do gás e da poeira próximos, com cerca de 10.000 átomos por metro cúbico em média. A matéria no espaço entre galáxias tem a menor densidade no universo, com um átomo por metro cúbico em média.
Ótima comparação
Se nosso Sistema Solar fosse do tamanho de um quarteirão norte-americano, o Sol seria um pedaço microscópico de poeira e a Via Láctea seria do tamanho dos Estados Unidos.
Nem percebemos essa velocidade toda
A Via Láctea gira a uma velocidade de 270 quilômetros por segundo. Assim, o lugar real no espaço onde você estava há uma hora agora está a aproximadamente 965.000 quilômetros de distância.
Vemos menos de 10% de tudo
A Via Láctea tem uma auréola de matéria escura que compõe mais de 90% de sua massa. O que isto significa é que tudo o que podemos ver, mesmo com telescópios, é menos de 10% da massa da nossa galáxia.
Nosso Grupo Local
Os cientistas chamam a Via Láctea e cerca de outras 40 galáxias de o Grupo Local. Elas são mantidas juntas pela atração gravitacional mútua. O Grupo Local pertence a um grupo ainda maior de galáxias chamado Superaglomerado Local. Este superaglomerado tem cerca de 100 milhões de anos-luz.
Estrelas velhas e recém-nascidas
O centro da Via Láctea está cheio de estrelas principalmente velhas. Seus braços espirais contêm mais estrelas recém-nascidas.
A maior concentração
O centro da Via Láctea tem a maior concentração de estrelas e as estrelas mais massivas.
Números incontáveis para o ser humano
Os cientistas acreditam que a Via Láctea contém até 400 bilhões de estrelas e vários planetas. A maior galáxia conhecida, IC 1101, tem mais de 100 trilhões de estrelas. Galáxias menores, como a Grande Nuvem de Magalhães, têm cerca de 10 bilhões de estrelas. A maioria das estrelas que uma pessoa pode ver a partir de qualquer ponto da Terra são cerca de 2.500.
Pode esquecer atravessar a Via Láctea
A galáxia da Via Láctea tem 100.000 anos-luz de ponta a ponta. Se um foguete pudesse viajar à velocidade da luz, levaria 100 mil anos para atravessá-la. Em comparação, a luz pode ir da Terra para a lua em apenas um segundo.
Daí o conhecido nome, Hubble
Edwin Hubble (1889-1953) é creditado com a descoberta da forma e da extensão da Via Láctea.
É até pequena, comparando com outras
A Via Láctea tem 100.000 anos-luz de diâmetro, que é pequena em comparação com a M87, uma galáxia elíptica de 980.000 anos-luz de diâmetro. Maior ainda é a galáxia Hercules A, que tem cerca de 1,5 milhões de anos-luz de diâmetro.
Barriga grande
A “barriga” central da Via Láctea tem cerca de 10.000 anos-luz de espessura.
  7 animais que são os reis da camuflagem

 

FONTE



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com